Piloto da Nascar diz que ex-namorada é assassina profissional

Kurt Busch, piloto americano campeão da Nascar em 2004, afirmou à justiça dos Estados Unidos que sua ex-namorada Patrícia Driscoll é uma assassina profissional e que já atuou em ações criminosas internacionais. Este é apenas mais um capítulo da briga entre os dois, após diversas acusações de assédio de ambas as partes. O caso corre no Tribunal de Família do Condado de Kent, em Delaware, onde Patricia pede a justiça uma restrição judicial para que o piloto da Stewart-Haas não se aproxime dela.

LEIA MAIS:
Pego por uso de cocaína, Jon Jones passa apenas uma noite em clínica de reabilitação

Busch supostamente teria agredido Patricia em seu motorhome durante o final de semana da etapa de Dover, em setembro do ano passado. O piloto alega que tudo ocorreu de forma acidental enquanto tentava tirar a ex-namorada do local. Driscoll, porém, diz ter sido estrangulada e que o piloto bateu sua cabeça contra a parede.

Durante a audiência, Busch fez as supostas revelações sobre a ex-namorada. “Vocês podem dizer que estou maluco, mas estão vendo de fora. Eu vivi isso de dentro, sei de tudo em primeira mão”, disse Busch, ao ser questionado por seu advogado, Rusty Hardin, sobre os motivos que o levaram a acreditar que Patricia cometeu este tipo de crime.

Segundo Busch, a ex-namorada teria lhe mostrado fotos de pessoas mortas por tiros, um casaco camuflado usado para esconder uma camisola com manchas de sangue. O piloto disse ainda que Driscoll admitiu matar pessoas para ganhar dinheiro e que teria atuado em missões na América Latina e na África.

Também presente à audiência, Patricia – que é escritora, ativista e empresária ligada às Forças Armadas – não negou as acusações de Busch, mas usou de palavras fortes para desconstruir a história contada pelo piloto. “Nem o advogado dele acredita nisso. Essas afirmações são ridículas e não tem qualquer base. São só uma forma de destruir minha credibilidade”, comentou.

Foto: Jeff Zelevansky/Nascar



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.