Palmeiras transforma pior time da história em melhor do ano

Globo

Ainda faltavam algumas rodadas para terminar o Campeonato Brasileiro de 2014, quando já era consenso entre jornalistas e torcedores de que o atual time do Palmeiras era o pior considerado da história. É possível que seja mesmo.

LEIA MAIS
Globo vai exibir apenas clássicos do Palmeiras nas primeiras rodadas do Paulistão

Um clube que quase amargou pela terceira vez um rebaixamento, isso em um intervalo de 12 anos. No decorrer dos jogos, quando Valdivia não estava em campo, a criatividade era abaixo do zero. Se não bastasse isso, o sistema defensivo era frágil, ou seja, a cada jogo a possibilidade de uma nova derrota era iminente.

Nem o novo estádio que demorou quatro anos para ficar pronto foi o suficiente para alavancar o time. Depois da inauguração do Allianz Parque foram dois jogos e um ponto (Palmeiras 0 x 2 Sport e Palmeiras 1 x 1 Atlético-PR).

Pode-se acusar o presidente Paulo Nobre por um time tão medíocre, no entanto, a política de custo baixo e contratos de produtividade fizeram com que o Palmeiras sanasse boa parte das dívidas, deixando, assim, os cofres livres para que em seu segundo mandato possa montar uma equipe à altura da história do Palmeiras.

É isso que os torcedores esmeraldinos podem esperar para 2015.

Tendo como a principal contratação o diretor de futebol Alexandro Mattos – já apelidado pela torcida como Alexandre Mittos -, bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro e com uma mentalidade atual do futebol, algo praticamente inexistente no futebol nacional, inclusive por parte da CBF.

Mesmo antes de ser oficializado como novo diretor de futebol alviverde, dizem por aí que Alexandre Mattos já atuava nos bastidores. Entre o final do Campeonato Brasileiro e a sua apresentação o Palmeiras oficializou oito contratações.

No entanto, apenas Zé Roberto foi o grande nome neste período.

Após sua apresentação é que começaram aparecer os grandes nomes. No último domingo o Palmeiras atropelou os seus dois maiores rivais e contratou Dudu, cobiçado por Corinthians e São Paulo.

Além dele, também foi anunciado três contratações em um intervalo de poucas horas. O Verdão contratou Robinho, que estava no Coritiba, Rafael Marques que jogava na China, e Victor Ramos, do Monterrey-MEX.

Mas ainda a cereja do bolo está por vir. O volante Arouca pediu na Justiça do Trabalho sua liberação do Santos devido aos salários atrasados e deve assinar com o Palmeiras. Aranha, também do Santos, e Cafú, da Ponte Preta, também devem chegar.

Com todas essas contratações, mais Fernando Prass, Valdívia e alguns garotos da base revelado no ano passado, o Palmeiras, sem dúvidas, briga por qualquer título que disputar. Isso, é claro, se o time comandado por Osvaldo de Oliveira, der liga.

Com todos os reforços contratados, mas o especulados, o técnico Osvaldo de Oliveira deve montar o Palmeiras com: Fernando Prass; Lucas, Tóbio, Nathan e Victor Luis; Amaral, Arouca, Zé Roberto e Valdívia; Dudu e Rafael Marques.

Um esquema 4-4-2, com Valdívia centralizado, se aproximando dos atacantes; Zé Roberto e Dudu devem fazer o apoio pelo lado esquerdo, enquanto Arouca e Lucas a saída pelo lado direito. O volante Amaral deve ficar mais fixo na cabeça de área, para dar sustentação ao ataque.

O time também não deve atuar com um centroavante fixo na área. Rafael Marques deve voltar para buscar jogo e armar jogadas para os jogadores que vem de trás, principalmente Valdívia, Dudu e Zé Roberto.

Assim, de pior time da história, o Palmeiras pode vir a ser um dos protagonistas nos campos nacionais em 2015.



Jornalista formado em 2012, atuando na área desde 2010, com experiência em impresso e TV. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte em 2014. Apaixonado por futebol, sempre procurando novas formas de divulgar o esporte.