Pai de Felipe Anderson está preso no DF, acusado de duplo homicídio

O pai do meia da Lazio-ITA, Felipe Anderson, está preso em Brasília-DF acusado de ter cometido duplo homicídio. Sebastião Tomé Gomes, 51 anos, atropelou um motociclista e perdeu o controle do carro, que invadiu uma casa e matou uma senhora de 61 anos, que dormia no cômodo atingido pelo veículo. O caso aconteceu na última segunda-feira (12).

LEIA MAIS:
Totti faz dois, tira selfie e clássico Roma x Lazio termina em igualdade

O curioso do acontecimento é que, segundo o jornal Correio Braziliense, o primeiro atropelamento teria sido intencional. De acordo com a reportagem, o pai de Felipe Anderson queria se vingar do condutor da moto, que estaria tendo um caso amoroso com sua companheira. O segundo atropelamento, portanto, pela conjuntura dos fatos, foi acidental.

Felipe Anderson é natural de Santa Maria, cidade satélite do Distrito Federal. Ele foi revelado pelo Santos em 2010 e desde 2013 defende as cores da Lazio, da Itália. O jogador vive sua melhor fase na carreira. Na atual temporada do Calcio, tem sido o motor do time romano, que ocupa a vice-liderança do campeonato. No final de semana, inclusive, fez um gol e deu uma assistência no clássico contra a Roma-ITA, que terminou em 2×2.

Notícia abalou jogador, mas ele preferiu se manter na Itália

Segundo informações do GloboEsporte.com, a notícia da prisão de seu pai abalou demais Felipe Anderson, que tem sido descrito por pessoas próximas como alguém que aparenta muito abatimento.

No entanto, o atleta optou por se manter na Itália e está à disposição da comissão técnica para a partida contra o Torino, válida pela Copa da Itália, nesta quarta-feira (14). Ele também preferiu ficar em silêncio sobre o caso até o final das investigações.

Foto: Getty Images



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...