F1 aumenta peso entre carro e piloto

Uma das principais queixas dos pilotos durante a temporada 2014 da F1 foi direcionada a rígida dieta a qual os atletas foram submetidos. Nesta temporada, o regulamento da competição foi modificado e o peso mínimo entre piloto e carro aumentou em 10 kg.

LEIA MAIS

Piloto saudita da Toyota vence pela primeira vez no Dakar

Na temporada passada, o peso mínimo era de 692 e a mudança no regulamento pode minimizar as dietas que os pilotos fazem para perderem peso.

Segundo o site ESPN Brasil, os pilotos da categoria se reuniram ainda em 2014 para tentar chegar a um consenso sobre o peso, porém sem sucesso.

A polêmica em relação ao peso dos pilotos teve início em 2009, com a introdução do KERS na categoria. Com isso, houve aumento no peso do conjunto em 25 e 40 quilos. Porém, a FIA, continuou exigindo peso mínimo entre veículo e condutor de 605 kgs que vigoravam antes da inclusão do sistema.

Os atletas mais pesados passaram a ter dificuldades para se adaptar ao carro. Com pilotos mais leves, os engenheiros poderiam ‘gastar’ mais dos quilos permitidos em lastros, que ajudam na melhor distribuição de peso no cockpit.



Jornalista formada pela UNEB Juazeiro. Repórter Esportiva na Agência CH, Colunista Chelsea Brasil. Realizou a cobertura das Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014 pelo projeto Chuteiras Fora de Foco.