Empresários de Dudu provocam Corinthians e ‘dão lição de moral’ no São Paulo

Getty Images

O futuro de Dudu foi um dos assuntos mais quentes do mercado da bola nas últimas semanas. Corinthians e São Paulo duelavam pelo jogador, mas quem levou foi o Palmeiras, que entrou de última hora e contratou o atacante por quatro temporadas.

LEIA MAIS
Mercado da bola: Palmeiras dá ‘chapéu’ em rivais e anuncia contratação de Dudu
Mercado da bola: Palmeiras garante ter dinheiro para novos reforços

Em nota oficial, os empresários do agora jogador alviverde provocaram os rivais que levaram o chapéu.

Sobre o Corinthians, Bruno Paiva, Fernando Paiva, Marcelo Goldfarb e Marcelo Robalinho criticaram o ‘apequenamento’ do clube, que desistiu do negócio na última semana após o presidente Mario Gobbi dizer que os valores exigidos pelo Dínamo de Kiev não eram possíveis de se atender.

O clube se acertou primeiro com o jogador e só depois negociou com os ucranianos. A oferta negada era de R$ 12 milhões por 60% dos direitos econômicos, mas a primeira parcela só seria paga em maio. O Dínamo não aceitou.

O caso do São Paulo é exatamente o contrário. O clube tricolor atendeu às exigências dos ucranianos, mas não se acertaram com os empresários e com Dudu. Segundo o quarteto, “no futebol há uma ordem natural para que os negócios fluam e tenham um desfecho satisfatório, de modo que, qualquer caminho contrário a essa ordem estabelecida determina o fracasso das tratativas”.

O São Paulo se manifestou sobre o assunto e negou ter levado um chapéu no negócio. Segundo a nota, o clube desistiu na última sexta-feira por dois motivos. Primeiro, a rejeição da torcida após Dudu ter tido que gostaria de jogar no Corinthians. E segundo porque não chegou a um acordo financeiro com os empresários.

Por fim, o Palmeiras conseguiu agir rápido, atender o que o Dínamo exigia e acertar também com o jogador, reforço pelos próximos quatro anos.

Confira a nota divulgada pelos empresários:

“A OTB SPORTS, braço da Think Ball & Sports Consulting, se faz da presente para anunciar oficialmente o acerto de Dudu com a Sociedade Esportiva Palmeiras por quatro temporadas. O atleta teve os direitos adquiridos pelo clube paulista e se apresenta nos próximos dias para início dos trabalhos.

Diante de inúmeras ofertas pelo jogador, nossa decisão pelo Palmeiras se dá não apenas por se tratar da melhor oferta financeira, mas principalmente pela grandeza do projeto e confiança naquele que está à frente do futebol do clube, o gerente Alexandre Mattos, e no presidente Paulo Nobre.

A OTB SPORTS aproveita ainda para esclarecer que a negativa ao São Paulo Futebol Clube dada na reunião da última sexta-feira, 16, não é fruto de qualquer questão pessoal com dirigentes da agremiação. Porém, no futebol há uma ordem natural para que os negócios fluam e tenham um desfecho satisfatório, de modo que, qualquer caminho contrário a essa ordem estabelecida determina o fracasso das tratativas. Além disso, pesou a vontade de nosso cliente, que mesmo após declarar publicamente que não via no São Paulo sua melhor escolha, continuou sendo procurado insistentemente pelos dirigentes do clube até a citada reunião de sexta, quando pessoalmente agradeceu e recusou o convite. Por esse esforço sem medidas e surpreendente, agradecemos em nome do atleta e desejamos sorte ao São Paulo nos desafios de 2015.

Por fim, sobre o Sport Club Corinthians Paulista, que também negociou conosco para contar com Dudu, não há muito o que ser dito. Apenas desejamos ao clube, em nome de sua grandeza e tradição, que o dia 07 de fevereiro chegue depressa ante ao processo latente de apequenamento que se dá dia após dia. Aguardamos a entrada da nova diretoria para podermos voltar a sentar à mesa e lembrar que estamos lidando com um clube glorioso e centenário.

Sendo o que nos cumpria informar e com a certeza de que Dudu honrará muito a camisa Alviverde.”

Veja o posicionamento do São Paulo sobre o caso:

“Diante das notícias veiculadas na manhã deste domingo (11), oficializando o acerto do atleta Dudu com a Sociedade Esportiva Palmeiras, cumpre esclarecer o quanto segue:

1 – O São Paulo Futebol Clube entende que as declarações suscitadas pelo atleta na imprensa, alegando sua preferência por outra agremiação, geraram um mal estar e uma repercussão negativa muito grande junto à sua coletividade. Acompanhamento efetivo em mídias sociais confirmaram que o atleta sofreria grande rejeição.

2 – Apesar do acerto com o F.C. Dynamo Kiev, detentor dos direitos do atleta, o São Paulo Futebol Clube não chegara a um acordo financeiro com o jogador. A pedida salarial feita por seus representantes também inviabilizara a contratação, posto que não se enquadra no perfil financeiro adotado pela instituição.

Pelos motivos acima apresentados o Clube entendeu que não deveria seguir as tratativas para a contratação do atacante e oficialmente desistiu do negócio na última sexta-feira.”



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.