Dakar: sem chances de título, argentinos vencem especial

Os argentinos Orlando Terranova e Bernardo Graue venceram na tarde do último sábado (10) a sétima especial do Rally Dakar, disputada entre as cidades de Iquique, no Chile, e Uyuni, na Bolívia. A dupla, que compete com um Mini e que por conta de um acidente não possui mais chances de título, precisou enfrentar até uma incomum chuva na região para concluir os 321 quilômetros cronometrados em 3h31min18s, conquistando desta forma a terceira vitória em especiais nesta edição do Dakar.

LEIA MAIS:
Da Costa vence e-prix da Argentina da Fórmula E

“Está sendo um rali muito difícil, mas nós conseguimos ir bem hoje. Nosso objetivo é levar o carro de volta para o Chile e tomar todo o cuidado. Estamos melhorando, mas não podemos mais cometer erros. No próximo ano estaremos ainda mais fortes”, diz Terranova, que após a especial aparece na 24ª colocação geral.

A segunda colocação do dia ficou com o Toyota do saudita Yazeed Alrahji e do alemão Timo Gottschalk, que foram 2min20s mais lentos em relação aos argentinos. O holandês Bernhard Ten Brinke e o belga Tom Colsoul, também com um Toyota, completou o grupo dos três melhores da especial desse sábado.

Mais uma vez os brasileiros tiveram desempenhos distintos. Guilherme Spinelli e Youssef Haddad terminaram a especial com a 16ª colocação, chegando à 23 minutos dos vencedores, enquanto Edu Sachs, navegador do português Ricardo Leal ficaram com a 39ª colocação.

“Encaramos muita chuva, trechos alagados e até com lama. Por conta dessa mudança de temperatura, o para-brisa estava embaçando muito. Diminuímos um pouco o ritmo e até chegamos a parar para limpar, pois estava ficando perigoso”, comentou Spinelli após o término da especial.

Após sete etapas, o Dakar segue com a liderança de Nasser Al-Attiyah e Matthieu Baumel, com 23h11min50s, mas pela primeira vez em todo o rali, a dupla da Mini viu o Toyota de Giniel de Villiers e Dirk Von Zitzewitz, segundos colocados, diminuírem a vantagem em relação a eles, reduzindo a diferença de onze para oito minutos.

Alrahji e Gottschalk aparecem na terceira colocação, seguidos por Krzysztof Holowczyc e Xavier Panseri, enquanto Brinke e Colsoul fecham a lista dos cinco primeiros. Spinelli e Haddad figuram na 15ª colocação, enquanto Leal e Sachs agora são os 28º colocados.

Neste domingo (11), ainda em etapa maratona, os competidores começam a trilhar o caminho de volta do Dakar, deixando Uyuni em direção à Iquique. A especial terá 781 quilômetros.

Foto: Eric Vargioli/DPPI



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.