Corrida de ciclismo na Venezuela termina com briga generalizada; veja fotos

Reprodução/Twitter

Neste domingo foi realizado a terceira etapa da Volta a Táchira, prova do calendário da UCI que foi disputada na cidade da Venezuela. O início da corrida foi tudo bem e ela corria normalmente até que a queda de seis ciclistas causou uma briga generalizada entre russos e venezuelanos.

Segundo o que conta o ciclista venezuelano Ronald Gonzalez, o ciclista russo Dimitril Strakhov teria derrubado outros cinco corredores e foi o que fez com que ele se irritasse e partisse para cima do europeu. Quem flagrou a briga e registrou o momento foi o jornalista e fotógrafo Luis Contreras, do Diario de Los Andes. 

Gonzalez teria sido um dos ciclistas que se envolveram na queda e a briga começou quando ele foi tirar satisfação com Strakhov.

“Eu disse a ele que não havia sido um jogo justo e ele me bateu. Eu imediatamente reagi. Houve confusão e os fãs nos separaram. Eu sei que não devia ter feito isso”, explicou o venezuelano.

O treinador russo Alexander Kunetsov lamentou o ocorrido e disse que essa atitude não faz parte do esporte.

“A luta aconteceu, infelizmente, isso não faz parte do ciclismo, mas a confusão trouxe esse resultado”, disse ele.

A Volta a Táchira está em sua 50ª edição com um total de 146 ciclistas. A competição começou no dia 09 de janeiro e irá até o próximo dia 18, onde os corredores irão percorrer 1.287,9 km distribuídos em dez etapas. Além da cidade de Táchira, as outras sedes serão Portuguesa, Barinas e Mérida.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.