Corinthians comemora 15 anos do primeiro título Mundial; relembre

Há exatos 15 anos, no dia 14 de janeiro de 2000, a torcida corintiana ia à loucura com o primeiro título do Mundial de Clubes da Fifa. O Corinthians, de Dida, Marcelinho Carioca e Cia superou o Vasco no Maracanã após tensa disputa por pênaltis (4 a 3). No tempo normal e prorrogação houve empate sem gols.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Corinthians estuda a contratação do zagueiro Pedro Geromel, do Grêmio

Corinthians e Vasco contavam com times fantásticos. Pelo lado dos paulistas havia o goleiro Dida, os volantes Vampeta e Rincón, os meias Marcelinho Carioca e Ricardinho, além dos atacantes Edílson e Luizão. Pelo lado dos cariocas, o experiente zagueiro Mauro Galvão, os meias Felipe e Juninho Pernambucano e a dupla de atacantes Romário e Edmundo.

O goleiro Dida foi um dos destaques do jogo ao defender pênalti do lateral-esquerdo Gilberto. Na última cobrança de pênalti, Edmundo isolou e os corintianos soltaram o grito de campeão mundial pela primeira fez. 12 anos mais tarde, o Timão viria a ser bicampeão mundial derrotando o inglês Chelsea na grande decisão.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 (3) X (4) 0 CORINTHIANS

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data-Hora: 14/1/2000- 20h (de Brasília)

Árbitro: Dick Jol (HOL)

Auxiliares: Jens Larsen (DEN) e Fernando Cresci (URU)

Público: 73.000 pagantes

Cartões amarelos: Felipe, Amaral, Paulo Miranda e Edmundo (VAS); Rincón, Adílson, Índio e Luizão (COR)

Gols: – Pênaltis: Romário, Alex Oliveira e Viola converteram; Gilberto e Edmundo desperdiçaram (VAS); Rincón, Fernando Baiano, Luizão e Edu converteram; Marcelinho Carioca despediçou (COR)

VASCO: Helton, Paulo Miranda, Odvan, Mauro Galvão e Gilberto; Amaral, Felipe (Alex Oliveira 12’/1ºP), Ramón (Donizete 7’/2ºP) e Juninho (Viola 6’/1ºP); Romário e Edmundo – Técnico: Antônio Lopes.

CORINTHIANS: Dida, Índio, Fábio Luciano, Adílson e Kleber; Vampeta (Gilmar Fubá 0’/1ºP), Rincón, Marcelinho Carioca e Ricardinho (Edu – Intervalo); Edílson (Fernando Baiano 8’/2ºP) e Luizão – Técnico: Oswaldo de Oliveira.

crédito foto: Getty Images



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)