Carente de público, Paulistão terá ingressos caros até na terceira divisão

Você pagaria 20 reais para ver um jogo da terceira divisão do Campeonato Paulista? A FPF (Federação Paulista de Futebol) acha que sim, tanto que colocou no regulamento oficial da competição este preço como o valor mínimo que os clubes deverão praticamente na venda das entradas. Na primeira divisão, a Série A-1, o preço mínimo é de 40 reais. Tudo isso em meio a um crescente desinteresse pelas competições estaduais no futebol brasileiro.

LEIA MAIS
Regulamento do Paulistão pode deixar grande sem mando de campo em fase eliminatória

No ano passado, o Paulistão teve média de público de apenas pouco mais de 5 mil pagantes por partida. A competição era disputada no mesmo formato bizarro que será repetido em 2015, já que o Estatuto do Torcedor obriga as federações a usar uma fórmula por dois anos seguidos. Em 2013, era de 5,7 mil. Ou seja, o Campeonato Paulista está em queda de público nos estádios e não fez nenhuma mudança para este ano.

O valor faz do Paulistão o torneio estadual mais caro do Brasil para os torcedores. Uma saída é se associar aos planos de sócio-torcedores dos clubes, nas modalidades em que estes ofereçam desconto nas entradas. Ainda assim, o fã de futebol precisa fazer as contas, saber quantos jogos pretende assistir, e decidir com base nessa matemática sobre a adesão.

Na primeira fase, cada equipe vai jogar 15 vezes. Alguns clubes, os mais bem colocados no Paulistão 2014, terão o direito de fazer oito partidas em casa, contra sete fora. Os demais invertem essa conta, fazendo sete em casa, e oito fora.

O torcedor que quiser assistir a todos os jogos de seu clube na primeira fase, portanto, sem nenhum desconto ou adesão a plano de sócio-torcedor, pagará até R$ 320 em uma competição marcada por escalações montadas com base na Libertadores e na Copa do Brasil, com muitos jogadores sendo poupados ao longo do torneio.

Enquanto isso, nas séries A-2 e A-3, os times do interior vão lidar mais uma vez com a realidade de tentar colocar o maior número de torcedores possível nos estádios com ingressos a 20 reais. O tempo dirá se a FPF acertou ou não na escolha dos valores.



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016. Também colabora com o ONDDA, site "irmão" do Torcedores.com.