Vasco empata com Bragantino e mostra como será o restante da Série B

Getty Images

Vasco e Bragantino se enfrentaram nesta sexta-feira (03), em São Januário e, após um início lamentável, o Gigante da Colina conseguiu uma reação nos minutos finais e empatou por 2 a 2. Pelo cenário da partida, os dois gols marcados nos minutos finais tiveram sabor de vitória, mas pensando na sua situação dentro do Campeonato Brasileiro, sabe-se que o resultado não foi dos melhores.

Leia mais: Investidores no futebol: de que lado você está?

A partida

Com a bola rolando, o Vasco tentou superar o ônibus estacionado à frente da defesa do time paulista. Sem criatividade, no entanto, não foi feliz. Melhor para o Bragantino que se aproveitou de falha defensiva do time da casa e, aos 21, abriu o placar com Geandro de cabeça.

Atrás no placar, o Cruzmaltino continuou tentando, até porque a escalação do técnico interino Marcelo Salles era ofensiva, com dois meias e dois atacantes. Muito bem postada, a defesa do Bragantino se segurou e conseguiu levar a vantagem para o intervalo.

Na segunda etapa, o Vasco voltou diferente e com mais volume de jogo pressionou o adversário. Por quase vinte minutos a equipe rondou a área do Bragantino, contudo, não foi capaz de penetrar. Em contrapartida, o time do técnico Paulo César Gusmão encontrou contra-ataque aos 27 minutos do segundo tempo e, com Antônio Flávio, fez 2 a 0 no placar.

Virtualmente derrotada, a torcida vascaína começou a deixar São Januário e muitos não viram uma reação espetacular. Em aproximadamente dois minutos, o Vasco, com gols de Lucas Crispin, aos 46, e Douglas Silva, aos 48, chegou ao empate e conseguiu mais um ponto na luta para voltar à Série A.

Consequências do empate

Com o empate, o Vasco chegou à terceira posição do Brasileirão Série B, mas segue apenas dois pontos à frente do Ceará, quinto colocado na competição.

Embora o discurso, principalmente por parte da torcida, seja o de que o Vasco deve lutar pelo título, a comissão técnica cruzmaltina não esconde que o objetivo é garantir o acesso entre os quatro primeiros colocados. Entretanto, nem isso vem sendo obtido de maneira satisfatória, já que a cada rodada o Vasco continua a se ver ameaçado pelo quinto colocado. Ainda que invicto sob o comando de Joel, o time não emplacou e o empate contra o Bragantino é mais uma prova disso. Até o final da Série B, a tônica vai ser essa.

FICHA TÉCNICA

VASCO 2 X 2 BRAGANTINO

Data: 03/10/2014 (quarta-feira)
Horário: 21h (horário de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Felipe Duarte Varejão (ES)
Auxiliares: Cleriston Clay Barretos Rios (SE) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Renda e público: R$ 189.430,00 / público pagante: 11.560 / público presente: 12.993
Cartões amarelos: Douglas (VAS); Magno Cruz, Esquerdinha, Geandro, Uchoa (BRA)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Geandro, aos 21 minutos do primeiro tempo (BRA); Antônio Flávio, aos 27 minutos do segundo tempo (BRA); Lucas Crispim, aos 46 minutos do segundo tempo (VAS); Douglas Silva, aos 48 minutos do segundo tempo (VAS)

VASCO: Martin Silva, Diego Renan, Rodrigo, Douglas Silva e Marlon; Guiñazu, Pedro Ken, Dakson (Lucas Crispim) e Douglas (Montoya); Thalles e Edmilson
Técnico: Marcelo Salles

BRAGANTINO: Matheus; Samuel Santos, Yago, Alexandre e Bruno Recife; Geandro, Esquerdinha (Uchoa), Magno Cruz (Sodré) e Sandro; Assis (Adeilson) e Antônio Flávio
Técnico: PC Gusmão.