Times brasileiros são os que mais trocam de técnicos no mundo; veja pesquisa

Um pesquisa feita pelo jornal mexicano El Economista apontou que os clubes brasileiros são os que mais trocam de técnicos desde 2002. Até aí nenhuma novidade!

LEIA MAIS: Conheça alguns treinadores que foram muito mal como jogadores

Segundo o jornal, das dez primeiras posições, sete são ocupadas por times de futebol do Brasil, mas também há a presença do Querétaro, clube atual de Ronaldinho Gaúcho.

Os dados, no entanto, não são novidade, sobretudo quando analisamos o momento atual pelo qual passa o futebol brasileiro. Com jogos de baixa qualidade técnica, os torcedores têm ficado cada vez mais distantes dos estádios e até mesmo os índices de audiência da televisão estão em queda. Diante de um quadro tão assustador, a necessidade de mudanças é inegável, porém, o que se vê, é que não há sinais disso.

Flamengo e Fluminense são os dois times do Rio de Janeiro que aparecem na lista, embora, de 2002 para cá, tenham conquistado 2 Campeonatos Brasileiros cada. São Paulo e Cruzeiro, que ao todo venceram cinco Brasileiros da Era pontos corridos, não estão na lista, o que comprova a teoria de que dar sequência no trabalho de um bom treinador gera resultados positivos.

Veja a tabela abaixo:

  1. Fluminense: trocou de técnicos 41 vezes;
  2. Náutico: trocou de técnicos 39 vezes;
  3. Flamengo: trocou de técnicos 38 vezes;
  4. Vitória: trocou de técnicos 37 vezes;
  5. Atlético-PR: trocou de técnicos 35 vezes;
  6. Sport: trocou de técnicos 33 vezes;
  7. Veracruz-MEX: trocou de técnico 31 vezes;
  8. Querétaro-MEX: trocou de técnico 31 vezes;
  9. Grêmio: Trocou de técnico 26 vezes;
  10. Racing-ARG: trocou de técnico 26 vezes