Time da 1ª divisão boliviana é obrigado a jogar com camisa pirata do Stuttgart

Os jogadores do Universitário de Sucre, time da 1ª divisão da Bolívia, entraram em campo para jogar contra o Oriente Petrolero, fora de casa, usando camisas piratas do Stuttgart, da Alemanha.

O fato insólito aconteceu porque a equipe só levou para Santa Cruz de la Sierra um uniforme branco que, segundo o juiz, poderia ser confundido com o do time da casa. Do seu lado, o Oriente Petrolero também não tinha um conjunto reserva de camisas.

Para não perder o jogo de W.O., os roupeiros do Universitário foram até um mercado próximo ao estádio Tahuichi Auguilera comprar camisas vermelhas. O curioso é que os funcionários do clube de Sucre encontraram apenas um conjunto pirata do Stuttgart com a numeração de 1 a 11.

Os atletas entraram em campo, 40 minutos depois, com o uniforme “alternativo” do clube alemão com patrocínio da Mercedes Benz e tudo.

O uniforme não fez o Universitário jogar com a qualidade de um time alemão. O clube foi goleado por 4 a 0 e agora ocupa a 10ª posição do torneio. A equipe não vem em uma boa fase. Recentemente, a “La U” de Sucre foi eliminada da Copa Sulamericana pelo César Vallejo.



Jornalista, formado na Metodista, com passagens pelo UOL, R7, Meia Hora e Diário do Grande ABC.