Remadoras da Universidade de Warwick tiram a roupa em calendário

Um clube de remo composto apenas de mulheres voltou a tirar a roupa em um calendário muito especial que será lançado em breve. O time sofreu no começo do ano com uma censura por parte do Facebook, que considerou o último calendário como “muito pornográfico”.

As remadoras da Universidade de Warwick, na Inglaterra, ficaram muito chateadas quando o Facebook as proibiu de postar fotos do calendário 2014, consideradas “pornográficas” por conter “conteúdo explicitamente sexual”. No entanto, as meninas superaram a decepção ao lançarem seu mais novo calendário, que contém até imagens de nudez do que as versões anteriores.

“Ficamos todos muito desiludidas quando o a página do Facebook foi removida porque somos estudantes e as redes sociais são uma das principais maneiras de divulgar o calendário”, afirmou a estudante e remadora Sophie Bell, 20, jornal Daily Mail.

“Ficamos realmente sentidas quando as fotos foram marcadas como pornografia, porque isso é exatamente o oposto do que queremos fazer”, disse Bell. “Todos nós somos mulheres fortes de espírito e nosso primeiro pensamento é garantir que as fotos sejam de bom gosto e fazer um calendário que todas nós podemos nos orgulhar.”

Toda a renda obtida com a venda do calendário é revertida ao Macmillan Cancer Support, um grupo que apoia quem sofre de câncer.



Jornalista, formado na Metodista, com passagens pelo UOL, R7, Meia Hora e Diário do Grande ABC.