Pilotos da Nascar saem na porrada após corrida; assista

nascar

Neste final de semana a Nascar passou por fortes emoções. Após a prova em Charlotte, que deu a vitória a Kevin Harvick, garantindo sua classificação para a próxima fase do Chase da temporada 2014 da Sprint Cup Nascar, alguns pilotos transformaram o setor dos boxes em um ringue de luta.

LEIA MAIS
Partida da NFL termina com pancadaria; assista
Jogo de basquete vira pancadaria generalizada nas Filipinas

Matt Kenseth partiu pra cima Brad Keselowski, campeão da categoria em 2012, após o piloto ter gerado alguns incidentes durante a prova. Os brigões foram separados alguns minutos depois pelos mecânicos das equipes Penske e Joe Gibbs. Kenseth estava irritado com Keselowski porque ele o tocou na volta de retorno ao pitlane, mesmo com a corrida já encerrada.

“Eu já estava sem o Hans (protetor de pescoço e coluna), sem o cinto e ele me acertou a umas 50 milhas/h (cerca de 80km/h). A corrida já tinha acabado, estávamos voltando para os boxes. Se ele quiser vir falar comigo como homem, vamos fazer isso, mas tentar destruir alguém na pista e, em seguida, bater em mim entrando no pitroad, com pessoas em volta, pessoas sem o cinto de segurança, é imperdoável. Ele é um campeão, deveria saber melhor”, comentou Matt Kanseth em entrevista a ESPN americana.

Keselowski respondeu às acusações de Kenseth “Eu pensei que vai acontecer uma uma guerra de carros, eu vou participar também”.

Denny Hamlin, que também teve problemas com Keselowki durante a corrida, fez duras críticas ao piloto “Fiz um brake-test na reta oposta e ele tentou me rodar. Então nós entramos no pitlane e ele bateu no #14 (Tony Stewart) e no #20 (Matt Kenseth). Depois, foi na nossa direção novamente na saída do pitroad. Ele saiu da garagem fazendo zerinhos. Estava totalmente fora de controle”.

Agora a direção da Nascar irá analisar as imagens e já cogita uma punição a Brad Keselowski, que já depôs em sua defesa “Como sempre, vamos olhar para tudo e vamos continuar a reunir os fatos e as fitas, o vídeo e coisas dessa natureza. Provavelmente vamos chegar a uma solução na terça-feira”, disse Robin Pemberton, vice-presidente da Nascar.

Confira como aconteceu a briga:

Foto: Reprodução