Opinião: Defesa consistente marca volta de Dunga à seleção

Dunga

Quatro vitórias em quatro jogos. O reinício da Era Dunga na Seleção Brasileira não poderia ter sido melhor. Nos dois últimos amistosos, vitórias convincentes sobre Argentina (2 a 0) e Japão (4 a 0).

LEIA MAIS
Brasil x Japão: Veja os gols de Neymar no jogo
Neymar atinge patamar de Pelé na seleção brasileira; veja números

Vi um Brasil consistente defensivamente, algo diferente em relação à Copa do Mundo, onde teve o seu pior desempenho defensivo da história. No pós-Mundial, a equipe brasileira ainda não foi vazada. O poder de fogo do ataque cresceu, sobretudo a partir da entrada de Diego Tardelli, talvez o jogador que mais tenha ganhado pontos com Dunga e torcida. O atleticano vive a maior fase da carreira. Tem dinâmica, circula por todos os setores do campo, além de ter bom passe e finalização.

Neymar continua sendo a nossa maior esperança. O jovem, que foi discreto contra os argentinos, teve atuação exuberante contra o Japão ao marcar quatro gols, assim se tornando o 5o maior artilheiro da história da Seleção Brasileira (40 gols em 58 jogos). Um feito incrível para um jogador com pouco mais de quatro anos vestindo a amarelinha. Até onde vai o camisa 10? Se mantiver o ritmo vai encostar no rei Pelé (77 gols), e quem sabe superá-lo no topo da artilharia. O ex-santista é movido a desafios.

Quem precisa abrir os olhos para não perder a vaga entre os titulares é o meia Oscar, discreto nos primeiros jogos sob o comando de Dunga. Philippe Coutinho entrou no seu lugar após o intervalo contra o Japão e deu maior movimentação ao time, participando de dois dos três gols no segundo tempo.

Aos poucos, a Seleção Brasileira vai tendo uma base interessante para a disputa das Eliminatórias da Copa de 2018 que já começam no primeiro semestre de 2015. No entanto, o caminho ainda é árduo para recuperarmos o prestígio internacional abalado após 7 a 1 sofrido para a Alemanha no fatídico 9 de julho de 2014.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)