Jefferson chega ao auge da carreira, mas vive nos extremos

Getty Images

O goleiro Jefferson desembarca no Brasil nesta quarta-feira após os amistosos da seleção brasileira e viverá uma situação inusitada e de extremos. O camisa 1 deixa Cingapura como goleiro titular do time verde amarelo e chegará ao país para enfrentar a luta contra o rebaixamento com a camisa do Botafogo.

Jefferson foi titular sob o comando de Dunga nos quatro primeiros jogos do retorno do treinador à seleção brasileira – Colômbia, Equador, Argentina e Japão – e não sofreu nenhum gol.

Além disso, foi um dos destaques no triunfo por 2 a 0 no Superclássico das Américas ao defender um pênalti cobrado por Lionel Messi, além de fazer outras boas intervenções.

LEIA MAIS
Brasil x Japão: Veja os gols de Neymar no jogo
Neymar atinge patamar de Pelé na seleção brasileira; veja números

O bom momento na equipe verde e amarela, no entanto, contrasta com a má fase do time alvinegro.

Se com a seleção o goleiro não foi vazado nos últimos quatro jogos, a situação no Botafogo é a oposta. Jefferson sofreu 21 gols em 18 partidas no Campeonato Brasileiro – no total, o time carioca levou 34 tentos durante a competição.

Atualmente, o Botafogo está na penúltima colocação do Brasileirão, com a mesma pontuação do lanterna Coritiba (29 pontos) e sofre para deixar a zona de rebaixamento.

Apesar do cansaço e da longa viagem da Ásia para o Brasil, o goleiro deverá estar em campo em contra o Santos na quinta-feira, desta vez pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

O time carioca perdeu na ida por 3 a 2 e precisa reverter a desvantagem no Pacaembu. Será que Jefferson conseguirá inspirar seus companheiros com os bons ares trazidos da seleção?



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.