Galvão lamenta sobre acidente: “Maior erro que vi em 40 anos de F-1”

galvão bueno
Reprodução/TV Globo

O apresentador e narrador de Fórmula 1, Galvão Bueno, comentou no programa ‘Bem, Amigos’, sobre o acidente do francês Jules Bianchi, que chocou o mundo do automobilismo neste último final de semana no GP de Suzuka, no Japão.

LEIA MAIS:
Acidente com Bianchi domina repercussão do GP do Japão; veja frases
Felipe Massa critica direção da prova; pilotos mandam forças para Jules Bianchi
Piloto francês é levado inconsciente para hospital após grave acidente na F1
Hamilton vence GP do Japão marcado por chuva e acidente grave com francês

“Não tenho nenhum medo de falar, apesar de ter um relacionamento pessoal muito bom com Charlie White, que é diretor de prova da Fórmula 1, e Eric Boullier, subdiretor. Foi o maior erro que vi em 40 anos em que trabalho com Fórmula 1, numa corrida que já não tinha condições de ser realizada. Estava escurecendo, já não se via nada, chovendo, faltando nove voltas. Podia terminar que não ia vai mexer no resultado. O Suttil escapou com a Sauber, num ponto em que se escapa e a área é pequena. Ali faz o quê? Bandeira vermelha, para todo mundo, para a corrida. Deixaram a corrida continuar”, afirmou.

Galvão afirmou ainda que conversou com o piloto brasileiro Felipe Massa e reclamou da falta de organização da prova. Segundo o apresentador, a corrida deveria ter sido interrompida por causa do mal tempo.

“Quando na televisão parece que está escuro, é porque está escuro para caramba. Conversei com o Felipe Massa e ele disse que não via nada. Esse absurdo poderia ser evitado. Tenho dois filhos que correm de automóvel, imaginem o que foi a pancada na cabeça desse rapaz de 25 anos para levantar um trator. Como pode não parar a corrida?”, concluiu.

Foto: Getty Images



Sou formado pela FMU e minha última passagem no mundo esportivo foi no site Universo dos SPorts. No começo da carreira trabalhei como apresentador no programa "Olé" da ALLTV. Agora assumo a responsabilidade de produzir matérias para o site "torcedores.com". Sou apaixonado por esportes e respiro futebol e NFL 24 horas por dia.