Eleição para presidente da República pode influenciar no patrocínio da Caixa ao seu time

A Caixa Econômica Federal – CEF, empresa pública controlada pelo Governo Federal, é responsável pelo patrocínio master de oito clubes da Série A, cinco da Série B e de dois da Série C. Investindo algo em torno de R$ 100 milhões por ano, a instituição está entre as principais financiadoras do futebol nacional.

Leia mais: Investidores no futebol: de que lado você está?

Os contratos feitos entre a empresa e os times têm duração de um ano e, a depender da analise da instituição, podem ou não ser renovados. Com a proximidade de término do ano de 2014, as diretorias dos clubes já começam a se movimentar para saber como será a relação entre eles no ano que vem, mas, conforme divulgado na Coluna Painel FC, da Folha de São Paulo, a CEF só vai definir se mantém o investimento no futebol após a escolha do novo presidente da República.

O suspense tem criado uma grande tensão em torno dos principais times do país que, cada vez mais envolvidos em dívidas, têm no patrocínio público uma fonte de receitas segura e que não possuiu similar no mercado privado.