Doença de Ali o deixa quase incapaz de falar, diz irmão

Um dos maiores pugilistas da história do boxe, Muhammad Ali fez fama pelos títulos conquistados no ringue e pelas declarações polêmicas. Mas as palavras do ex-atleta são cada vez mais raras agora. De acordo com o irmão de Ali, Rahman, o norte-americano está praticamente incapaz de falar por causa do Mal de Parkinson.

“Eu não posso mais falar com meu irmão porque ele está doente. Ele não está falando bem”, afirmou Rahman a jornais britânicos sobre o filme “I am Ali”, que deve estrear no Reino Unido em 28 de novembro. “Mas ele está orgulhoso disso, deu sua bênção ao filme”, completou.

Não é a primeira vez que Rahman fala sobre o estado de saúde de Ali. Em fevereiro do ano passado, Rahman já havia dito ao jornal inglês “The Sun” que o irmão famoso estava à beira da morte e que poderia morrer “daqui a poucos dias”.

Aos 72 anos, Ali, que nasceu com o nome de Cassius Clay e mudou de nome quando se converteu ao islamismo, em 1964, foi diagnosticado com Mal de Parkinson em 1984. Em 1996, acendeu a tocha dos Jogos Olímpicos de 1996, disputados em Atlanta, nos Estados Unidos. Em 21 anos de carreira profissional, Ali venceu 56 lutas (37 delas por nocaute) e perdeu 5 (1 por nocaute). Ele foi campeão olímpico nos Jogos de Roma, em 1960, e campeão dos pesos pesados por diversas organizações de boxe.

Foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.