Deu sono! Fluminense e Atlético-MG empatam por 0 a 0

O Fluminense recebeu o Atlético-MG no Maracanã em mais um episódio da sua incansável luta por se manter ao menos perto do G-4. Com poucos espaços e criatividade de ambos os lados, a partida terminou empatada por zero a zero.

 

Jogo amarrado e Flu tem as melhores chances

O jogo tinha tudo para ser um dos mais animados, com duas equipes buscando o gol e prendendo a atenção dos expectadores, mas não foi bem assim. Para se ter uma ideia nos quarenta e cinco minutos iniciais foram apenas seis finalizações (quatro do Flu e duas do Galo), das quais apenas duas (uma de cada lado) foram na direção do gol.

LEIA MAIS:

Se não fechar com o Fluminense, Unimed estuda patrocinar outros times em 2015

Mercado: Palmeiras negocia com 3 jogadores do Fluminense para 2015

O Fluminense, por jogar em casa, foi quem teve as melhores chances em jogadas de bola parada que saíram dos pés de Conca. Aos 9, o argentino cobrou escanteio na cabeça de Fred que mandou a bola pela linha de fundo. Aos 29, houve novamente uma boa cobrança do camisa 11 que Cícero mandou na trave. Na sequência, o Flu teve outro córner que, após ser cortado pela defesa atleticana, sobrou nos pés de Edson para chutar forte rente à trave direita de Victor.

Dessa forma, sem alterações no placar, as duas equipes foram para o intervalo com a obrigação de produzir mais na segunda etapa.

Segundo tempo foi de dar sono

Contudo, não foi isso que se viu, ao menos nos minutos inicias. Com um Galo ainda mais fechado e esperando um contra-ataque puxado por Carlos ou Luan, o Fluminense tentou atacar, mas não obteve sucesso. A marcação do Atlético-MG à frente da sua área foi muito bem executada e bloqueou as investidas do Tricolor.

A partir dos quinze minutos, o Atlético-MG percebeu que a partida estava controlada e tentou também oferecer perigo. Carlos e Dátolo obrigaram Diego Cavalieri a trabalhar, porém, nada o suficiente para provocar a mudança no placar.

Nos minutos finais, o Flu tentou. Cristóvão Borges trocou o volante Edson pelo atacante Kennedy e o garoto teve duas chances de marcar, mas também não foi feliz. A torcida que começou o jogo apoiando terminou o duelo com vaias e mais uma vez insatisfeita com o time.

 

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data-hora: 9/10/2014 – às 19h30
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa/SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa/SC)

Renda/público: R$ 248.565,00 / 10.320 pagantes
Cartões amarelos: Luan e Leandro Donizete (CAM); Cícero (FLU)
Cartões vermelhos: –
GOLS: –

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Marlon, Fabrício e Fernando (Chiquinho, 19’/2ºT); Edson (Kenedy, 32’/2ºT), Rafinha, Cícero, Conca e Wágner; Fred. Técnico: Cristovão Borges.

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Jemerson, Edcarlos e Alex Silva; Leandro Donizete, Dátolo, Guilherme e Carlos; Luan (Cesinha, 21’/2ºT) e Jô. Técnico: Levir Culpi.

Imagem: Getty Images