Conheça o plano de governo dos candidatos a presidência para o futuro do esporte

eleições presidenciais

No último domingo (05), o resultado do primeiro turno das eleições presidenciais definiram a candidata Dilma Rousseff, do PT e o candidato Aécio Neves, do PSDB como concorrentes para o segundo turno, ou seja, desta disputa entre os dois candidatos sairá quem será o responsável por governar o Brasil nos próximos 4 anos, a partir de 2015.

LEIA MAIS:
Confira os boleiros que venceram e os que fracassaram nas eleições
Veja os times de todos os presidentes da República na história

Agora é hora de reafirmar suas ideias e propostas para garantir ao eleitor a certeza de que o país estará em boas mãos. Novos debates, coletivas e planos. Definitivamente a corrida pela presidência está ficando mais acirrada e a cada dia que passa o futuro do Brasil vai se aproximando de um desfecho.

Conheça agora, as propostas de Dilma e Aécio para o esporte no Brasil:

Dilma Rousseff

– Em parceria com o Comitê Olímpico Brasileiro e o Comitê Paraolímpico Brasileiro, Dilma assume o desafio de proporcionar condições para que o Brasil figure, em 2016, entre os dez primeiros colocados nos Jogos Olímpicos e entre os cinco primeiros nos Jogos Paraolímpicos.

– A implantação do Plano Brasil Medalhas 2016 que, com investimentos de R$ 1 bilhão, estimulará 21 modalidades olímpicas e 15 paraolímpicas no ciclo olímpico de 2013 a 2016.

– Continuidade aos investimentos para construção dos Centros de Formação Olímpica em todo o Brasil, inclusive o Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo.

– Continuidade ao Bolsa Atleta, auxílio financeiro que permite a nossos jovens atletas se dedicarem com afinco à sua formação e aprimoramento técnico.

– Construção de 285 unidades dos Centros de Iniciação ao Esporte (CIE) em 163 municípios de todos os Estados e no Distrito Federal.

Aécio Neves:

– Estabelecer metas quantitativas e de resultado para melhoria da atividade física e do esporte nas escolas, garantido a ampla participação, discussão, definição da sociedade civil desde a elaboração das ações voltadas às metas, como também em sua fase de execução e avaliação

– Criar comitê interministerial para articulação de programas e projetos voltados ao Esporte, que envolva, no mínimo, os Ministérios do Esporte, Planejamento, Educação, Saúde e Cidades e com participação da sociedade civil

– Implementar um esporte de qualidade em todas as escolas brasileiras, valorizando a importância da disciplina e promovendo um esporte inclusivo, que incentive a diversidade, o trabalho em equipe e a criação de valores

– Ter uma legislação que defina o Sistema Nacional de Esporte, definindo competências, responsabilidades dos entes federativos, financiamento do esporte, democratização das entidades que administram o esporte, entre outros

– Regulamentação do artigo da lei 12.868/2013, sobre participação dos atletas nas eleições dos dirigentes das entidades que administram o esporte

– Fiscalização efetiva do cumprimento da legislação, em especial que garanta a efetiva democratização das entidades esportivas

– Renovação, desburocratização e celeridade na utilização da Lei de Incentivo ao Esporte

– Coleta periódica e disponibilidade pública de dados sobre atividade física e esporte

– Adotar as medidas propostas pela Carta Aberta aos Candidatos à Presidência, da organização Atletas pelo Brasil

E ai, quem vai levar o seu voto? O Torcedores.com apoia o voto consciente. Análise bem os candidatos antes de confirmar em quem você confiará o futuro do Brasil.

Foto: Getty Images/Montagem