Brasil vira sobre a Holanda e fica perto de vaga no Mundial de Vôlei

A seleção brasileira feminina levou um susto, mas virou o jogo sobre a Holanda e ficou mais perto da vaga na terceira fase do Mundial de Vôlei. O time de José Roberto Guimarães venceu por 3 sets a 1, com parciais de 23-25, 25-20, 25-16, 25-16. O Brasil continua invicto na competição, com sete vitórias em sete partidas.

LEIA MAIS
Conheça quem foi o maior carrasco na seleção feminina de vôlei nos anos 90
Gatas pra ficar de olho no Mundial de Vôlei Feminino

A maior pontuadora da partida foi Fernanda Garay, com 20 pontos. A partida teve um apagão da seleção brasileira no primeiro set. O começo foi arrasador, com um 8 a 2 no placar, mas após o segundo tempo técnico, com cinco pontos de vantagem, o time permitiu a reação holandesa.

Com um final bastante disputado, o primeiro set acabou terminando com vitória holandesa por 25 a 23. Na segunda parcial, o Brasil novamente levou um susto. Repetindo o set anterior, o time brasileiro abriu 8 a 2 no marcador, mas viu a Holanda empatar em 10 a 10.

A lição da primeira parcial surtiu efeito. Zé Roberto comandou uma inversão quando as brasileiras lideravam por 18 a 16. A mudança, com Fabíola e Tandara no lugar de Sheilla e Dani Lins, deu certo, e o Brasil empatou o jogo com um 25 a 20.

No terceiro set, após novo começo bastante superior, a seleção brasileira não deu chances à Holanda e liderou com boa vantagem durante o tempo todo, até fechar em 25 a 16. O mesmo placar foi repetido na última parcial, consolidando a vitória brasileira.

Agora, o próximo jogo da seleção brasileira é contra a Rússia, no sábado (4), às 15h (horário de Brasília). A partida será transmitida ao vivo pelo SporTV. Uma vitória dará ao Brasil a certeza da classificação para a terceira fase.

Foto: Divulgação/FIVB



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016. Também colabora com o ONDDA, site "irmão" do Torcedores.com.