Veja o que tem acontecido com as novas arenas após a Copa

Arena Corinthians
Getty Images

A preparação para a Copa do Mundo custou bilhões de reais, sendo a maior parte investido na construção e reforma de estádios. Por esse motivo e, principalmente pela dúvida em torno da utilidade destas novas arenas, a sociedade brasileira questionou a relevância do Mundial.

Seja como for, o fato é que a Copa do Mundo aconteceu, o Brasil não venceu, mas os estádios padrão Fifa ficaram por aí. Assim, vamos ver o que tem acontecido com esses palcos pós-Copa:

  1. Arena Amazônia: Em razão do alto custo (estimado em R$ 600 mil por partida), afasta os clubes locais de mandarem seus jogos lá, como é o caso do Princesa de Solimões. Desta forma, só deve ter um jogo até o final do ano marcado para dezesseis de setembro entre Oeste e Vasco. No restante, tem sido usada como local de realização de shows;
  2. Arena Castelão: Vem recebendo jogos do Ceará e do Fortaleza, atuando como principal estádio daquele estado;
  3. Arena da Baixada: Estádio particular do Atlético-PR que vem sendo utilizado pelo Furacão nos seus jogos em casa;
  4. Arena das Dunas: Vem sendo utilizado por ABC e América-RN nos seus jogos oficiais;
  5. Arena Fonte Nova: Vem sendo utilizado pelo Bahia nos jogos em que está como mandante;
  6. Arena Itaquera: Estádio particular do Corinthians, já é visto como a nova casa do Timão;
  7. Arena Pantanal: Vem recebendo jogos de clubes grandes, mas também é possível observar rodadas de clubes estaduais em competições nacionais, como o Luverdense, na Série B, o Cuiabá, na Série C, e Operário, na Série D, que já levaram mais de 40 mil pessoas ao estádio;
  8. Arena Pernambuco: Vem recebendo jogos dos grandes clubes de Pernambuco, cumprindo, portanto, os motivos que justificaram a sua construção;
  9. Beira-Rio: Estádio particular do Internacional que vem sendo usado pelo Colorado nos seus jogos em casa;
  10. Estádio Nacional: Frequentemente é utilizado por clubes grandes que vende seus jogos à empresa que administra o estádio, pois as equipes de Brasília não têm frequentado muito este palco;
  11. Maracanã: Antes da reforma era o principal palco do futebol carioca e, após o Mundial, continua sendo utilizado com bastante frequência;
  12. Mineirão: Usado em larga escala pelo Cruzeiro, o Mineirão tem sido um palco importante de Minas Gerais.

Crédito da foto: Getty Images