Vasco x Náutico: histórico dos confrontos, escalações e expectativas

vasco

O Vasco recebe o Náutico neste sábado (20) em São Januário, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Para o Cruzmaltino, o objetivo é vencer, ficar entre os quatro primeiros colocados (o Vasco é atualmente o quarto colocado) e, se possível, ficar mais perto do líder Avaí. O time pernambucano, por sua vez, precisa vencer o Gigante da Colina para reduzir a diferença de seis pontos e se aproximar do G-4.

Jogando em casa, o Vasco precisa atacar e Joel Santana se mostra propenso a trocar um volante por um meia. No caso, o Paizão deve sacar Aranda e colocar Pedro Ken ou até mesmo Jhon Cley, que atuou bem na estreia do treinador contra o Luverdense.

Por outro lado, Dado Cavalcanti, treinador do Náutico, trocou o meia Cañete para colocar o volante Paulinho e reforçar a marcação. A ideia é a mesma de todos os adversários do Vasco na Série B: se defender bem e explorar os contra ataques.

O cenário não poderia ser diferente, pois em 28 jogos disputados entre Vasco e Náutico, o clube do Rio de Janeiro venceu 12 partidas, empatou 13 e só perdeu 3 vezes. A última vez que o Timbu se deu bem contra os vascaínos foi há seis anos, em 2008 (ano em que o Vasco foi rebaixado pela primeira vez), quando venceu por 3 a 1 dentro de São Januário.

Agora as duas equipes se enfrentam neste local pela Série B. Por tudo que já fez na competição, o Vasco é favorito a vencer dentro de casa, mas a postura do time nos últimos jogos indica que o jogo não será nada fácil.

 

Escalação:

Vasco: Martín Silva, Diego Renan, Rodrigo, Douglas Silva, Lorran; Guiñazu, Fabrício, Pedro Ken (Jhon Cley), Douglas; Maxi (Thalles) e Kleber (Edmilson)

Náutico: Júlio César, Rafael Cruz, Mario Risso, Renato Chaves e Raí; João Ananias, Elicarlos, Paulinho e Vinícius; Sassá e Crislan.