Top 5: Relembre as melhores corridas de Alain Prost na Fórmula 1

Alain Prost é o maior piloto francês da história da Fórmula 1, e um dos maiores de todos os tempos na categoria. Marcado para sempre como o eterno rival do brasileiro Ayrton Senna, Prost protagonizou outras batalhas contra nomes como René Arnoux, Niki Lauda, Nigel Mansell, todos companheiros de equipe, além das disputas contra Nelson Piquet.

Conhecido como “professor” pela tranquilidade com a qual ele buscava o resultado necessário para atingir a um objetivo, Prost conquistou quatro títulos mundiais na F1. É o único francês campeão do mundo na categoria até hoje. Era, até Schumacher, o maior campeão da era pós-Fangio.

Agora, o Torcedores.com dá sequência à série de melhores corridas e elege as cinco melhores participações de Prost na F1. Confira abaixo e diga nos comentários se você colocaria outro GP no lugar deles.

1) GP do Brasil de 1987

Prost era um verdadeiro rei das corridas disputadas no Brasil. A quarta vitória dele no país, conquistada em 1987 em Jacarepaguá, veio com uma prova perfeita na qual ele terminou com nada menos que 40 segundos de diferença para o vice-líder, o brasileiro Nelson Piquet, da Williams, carro que dominou aquela temporada.

2) GP da França de 1981

São provavelmente raros no mundo os pilotos que conseguiram as primeiras vitórias de suas carreiras em casa. Prost conseguiu. A bordo de uma Renault, em 1981, o piloto venceu o GP da França após largar na terceira posição. Chegou 42 segundos mais rápido que o companheiro de equipe, René Arnoux, que foi o quarto colocado na prova, mas largou na pole position. Uma corrida para ser lembrada pelos fãs de Prost. A realização de um sonho para ele.

3) GP da Austrália de 1986

Pilotos geniais aliam habilidade e uma boa dose de sorte. Assim foi na decisão que valeu o bicampeonato a Alain Prost, em 1986. O favoritismo era todo da Williams, que tinha Nigel Mansell como mais cotado para o título, e Nelson Piquet, também na briga. Prost corria um pouco mais por fora. Mas, graças ao abandono de Mansell, a erros na estratégia com Piquet e a uma corrida praticamente perfeita do francês e da McLaren, Prost venceu e faturou o bi.

4) GP da África do Sul de 1993

O francês estreava pela Williams na última corrida disputada em Kyalami. Nas últimas voltas, começou a cair chuva no circuito. Prost tinha como um de seus pontos fracos o desempenho ruim com pista molhada. Mas o piloto estava em seu retorno na F1 após um ano sabático e não podia deixar passar aquela oportunidade. Prost aguentou firme na liderança e venceu a corrida. Um bom início para o ano de seu último título, que também marcaria o fim de sua carreira na categoria.

5) GP da Europa de 1985

Prost não ganhou essa corrida. O francês não chegou nem ao pódio. Mas o que ela está fazendo aqui? Ela é a prova de que o “professor” sabia fazer o que era necessário para atingir suas metas. Precisava chegar em quarto lugar para ser campeão. Chegou. Assim, no dia em que Mansell ganhou com genialidade um corrida que teve ainda um bom desempenho de Senna com a Lotus, Alain Prost era campeão do mundo pela primeira vez.

 



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016. Também colabora com o ONDDA, site "irmão" do Torcedores.com.