Tite admite frustração por não ser técnico da seleção brasileira

Getty Images

O ex-técnico do Corinthians, Tite, participou do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, e admitiu pela primeira vez que ficou frustrado por não ter sido escolhido pela CBF para treinar a seleção brasileira.

“Lógico que criei essas expectativas em função dos títulos que conquistei. Eu entendia que alguns critérios pudessem ser adotados em função do tempo de trabalho, dos títulos, do trabalho conquistado. Olhava profissionais que ficaram há bastante tempo e tiveram conquistas e via que estava no bolo”, admitiu o treinador.

“A perspectiva era de Seleção Brasileira ou Seleção Japonesa, e o Japão era uma possibilidade real de trabalho. Fui prejudicado porque não conversei com eles (Japão). Fiquei na expectativa, e o técnico mexicano foi lá e fechou”, disse o técnico campeão mundial, da Libertadores, da Recopa, brasileiro e paulista pelo Corinthians entre 2011 e 2013.

Questionado sobre qual será seu futuro, Tite afirmou que irá se aperfeiçoar enquanto não aparece uma boa oportunidade.

“De alguma forma estou procurando me aperfeiçoar. Quando tenho oportunidades, vou para dentro da literatura, pois gosto disso. A atividade profissional requer um aperfeiçoamento constante. Fui assistir à final da Liga dos Campeões, à final da Libertadores, acompanhei o Manchester City jogando, fui ver o Bayern e o Barcelona ao vivo. É o que estou fazendo”, disse Tite.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista com passagens pela Rádio K (Goiânia) e sites Portal MF e PlanetaSportivo. Atualmente é Apresentador e Comentarista da Rádio RDG Esportes (www.rdgesportes.com.br) e editor de esportes do Jornal O Regional.