Seleção feminina da Tailândia recebe prêmio por perder por “apenas” 5 a 0

A seleção feminina de futebol da Tailândia não está entre as melhores do mundo. Aliás, ela não se destaca nem entre as asiáticas. Por isso, a derrota por 5 a 0 contra a Coreia do Sul, pelos Jogos Asiáticos não foi nenhuma surpresa.

Quer dizer, menos para o presidente da Federação Tailandesa de Futebol, Worawi Makudi (foto). Ele ficou surpreso com o resultado. Detalhe: de forma positiva. Tanto, que premiou as jogadoras pelo “bom” resultado.

“Foi frustrante ver a gente tomar tantos gols no primeiro tempo. Mas jogamos bem melhor na segunda etapa. A associação daria um prêmio de 200.000 baht (cerca de R$ 14,5 mil) em caso de vitória. Pelo esforço delas, decidimos pagar 100.000 baht (cerca de R$ 7.250) como consolação”, afirmou Worawi Makudi.

O estranho da declaração é que o primeiro tempo acabou apenas em 2 a 0. Makudi, de 62 anos, é um desses cartolas que não largam o poder por nada. Ele já foi acusado de corrupção, mas continua no cargo.

No próximo jogo, a Tailândia enfrentará as Maldivas que perderam para a Índia por 15 a 0 na partida de estreia dos Jogos Asiáticos. As jogadoras tailandesas podem esperar uma bela recompensa em caso de vitória.

Crédito da foto: Stanley Chou/Getty Images



Jornalista, formado na Metodista, com passagens pelo UOL, R7, Meia Hora e Diário do Grande ABC.