São Paulo venceu um jogo. Cruzeiro ainda é franco favorito

São Paulo
Getty Images

É natural que a partida entre São Paulo e Cruzeiro tenha sido o principal assunto da semana no futebol brasileiro. Líder e vice-líder estariam em campo no Morumbi, mas não se tratava de uma “final”. Não é possível adjetivar dessa maneira um duelo a 17 rodadas do término do campeonato.

Evidentemente era a chance direta de o tricolor paulista encurtar a diferença de pontos para a Raposa, algo que, contrariando do atual momento, se deu mais pela força do que pela técnica.

Os mineiros foram superiores no primeiro tempo e os donos da casa voltaram melhores do intervalo. Foi premiado quem mais se aproveitou dos detalhes: a tarde infeliz de Dedé e a bola parada, ironicamente, ponto fraco são-paulino e virtude celeste.

O São Paulo fez o que tinha de ser feito para sonhar com o título e não está morto, mas o Cruzeiro segue um patamar acima, é preparado para lidar com esse tipo de pressão, e, com quatro pontos de vantagem, ainda é franco favorito ao bi. Não há motivo algum para alarde.

Na próxima rodada, cruzeirenses recebem o Atlético-PR, e tricolores visitam o Coritiba. Depois, o compromisso de ambos são clássicos regionais. O Cruzeiro atua em casa diante do Galo no Mineirão, o São Paulo vai ao alçapão corintiano de Itaquera, em confronto direto. É uma faca de dois gumes.

Sequência que terá mais a dizer do que a “final” de hoje.

Crédito da foto: Getty Images



Estudante de jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie e alucinado por futebol.