Presidente da MLS se recupera de câncer e renova contrato por 5 anos

Em entrevista ao Sports Illustrated, Don Garber, 56, contou ter renovado seu contrato com a MLS por mais 5 anos. Isso significa que ao final de 2018, Garber terá servido como MLS Comissioner (nome dado ao cargo máximo da entidade) por 20 anos.

LEIA MAIS
San Antonio Scorpions revela planos para entrar na MLS
Filho de jogador do LA Galaxy morre com uma semana de vida

As coisas não poderiam estar melhor na vida de Don Garber. Após a notícia de que está livre do câncer de próstata que ele vinha tratando nos últimos tempos, é hora de seguir com o sucesso da Major League Soccer: “Me sinto bem”, disse. “Tirei o mês de agosto para me recuperar. Agora estou de volta com muita energia”.

Garber nunca cansou de traçar metas para a MLS. Recentemente disse que a liga será um dos campeonatos com a maior média de gol até 2022 e que terá 24 times profissionais até 2020. Fato que pode ser alcançado, já que está tudo pronto para que o Atlanta possa fazer parte da liga em 2017, enquanto o time de Miami, que será uma sociedade de David Beckham, também entrará para o grupo se conseguir terminar o estádio da cidade.

“É a primeira vez que assino um contrato de 5 anos nesses 15 em que trabalhei para a MLS. Todos os outros foram um contralto de 3 anos. A Liga era jovem e era bom dar as pessoas flexibilidade e mostrar suas metas, mas com o amadurecimento da competição, estamos cada vez mais comprometidos com cada um”, disse ao explicar o porque de um contrato mais longo. Garber assumiu em 1999 depois de passar 16 anos como executivo da NFL.

Conforme revelou na entrevista, o novo contrato foi assinado em janeiro. Garber presidiu todos os anos em que a MLS atuou profissionalmente, menos os 3 primeiros após a entidade se tornar uma Liga. Depois de passar por problemas no país e quase falir em 2002, quando o número de equipes caiu para 10, se iniciou um longo período de crescimento iniciado por ele, que resultou nas 21 equipes profissionais para a próxima temporada, com a chegada do NY City e do Orlando City e o sucesso da MLS mundo a fora.

Ao final de seu contrato terá 61 anos, mas quando perguntado se tem planos para depois desse período, hesitou: “Em algum momento do ano três ou quatro eu ainda estarei determinado em fazer o meu trabalho e saber até onde posso chegar, mas acredito que 20 anos são suficientes para realizar um trabalho”.



Jornalista Esportivo formado pelo Mackenzie e pela UCLA com passagem pela Rádio Bandeirantes, fundador do perfil Arquivo do Futebol (@futebolarquivo) e jornalista do MLS Brasil. Escreve para o Torcedores.com desde 2014. Twitter: @paulogcanova