Organizada do São Paulo prepara grito homofóbico contra o Corinthians

torcidas organizadas

Neste domingo, São Paulo e Corinthians se enfrentarão no Itaquerão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro joga para se manter na cola do líder Cruzeiro, enquanto o Timão tenta garantir sua permanência no G4.

LEIA TAMBÉM
Convocação de Dunga beneficia o São Paulo na briga pelo título

A torcida organizada “Independente” do São Paulo divulgou uma música polêmica que será entoada durante a partida. Inspirada no “Brasil, decime qué se siente”, cantada pela torcida argentina durante a Copa do Mundo, a versão da torcida do Tricolor relembra o caso do selinho do Emerson Sheik e do episódio envolvendo o ex-atacante Ronaldo.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Henrique Gomes, um dos criadores da música, não acredita que ela tenha teor homofóbico, sendo apenas uma provocação aos rivais “Não é preconceituosa. Cita situações que saíram na mídia. O Sheik não deu selinho em um amigo?”.

A versão é uma espécie de retaliação aos corintianos, que xingam o goleiro Rogério Ceni de “bicha” todas as vezes que o camisa 01 do São Paulo cobra tiro de meta.

Confira a letra da versão que será cantada pela torcida Independente:

“Gambá, me diz como se sente/Por que você gosta de beijar?/Ronaldo saiu com dois travecos/O Sheik selinho ele foi dar/Vampeta posou pra G/Dinei desmunhecou/Na Fazenda de calcinha ele dançou/Não adianta argumentar/Todo mundo já falou/Que o gavião virou um beija-flor”.

Foto: Divulgação/Independente