Novamente com gol no fim, Grêmio bate Atlético-PR e entra no G4

Getty Images

O Grêmio está se especializando em tentar matar o torcedor do coração: é a segunda vitória consecutiva da equipe no Brasileirão conseguida depois de um gol nos acréscimos do segundo tempo, quando ninguém mais imaginava ser possível.

LEIA MAIS
Quem é o campeão dos campeões no futebol brasileiro?
Opinião do Torcedor: Clubes brasileiros estão cada vez mais falidos
Opinião do Torcedor: Jadson e Pato inverteram papéis?

E novamente Barcos foi o autor do surto de arritmia cardíaca entre os tricolores gaúchos. Apesar de não ter sido registrado nenhuma ocorrência grave de atendimento à torcedores com desfibrilador nas dependências da Arena, o sismógrafo de Porto Alegre acusou um terremoto de 9 graus na escala Richter depois que a bola balançou o barbante aos 46 do segundo tempo.

Em um jogo truncado, o Grêmio criou poucas chances claras de gol, sendo até, na verdade, mais ameaçado do que ameaçador. No primeiro tempo em especial, Barcos finalizou duas jogadas que passaram rente às traves de Weverton, mas não chegaram a obrigar o goleiro atleticano a fazer alguma defesa.

O Furacão, no entanto, quando chegou à meta de Marcelo Grohe, já no segundo tempo, deu seu trabalho. Pelo alto, ponto fraco da defesa gremista, Marcelo Cirino e depois Dellatorre deram um susto ao torcedor. A primeira cabeceada, de Marcelo, tirou tinta da trave, mas não contou com a participação de Grohe. Já a segunda foi um balaço à queima-roupa, na qual o goleirão gremista pegou no puro reflexo, dando um soco para o meio da área e depois de um bate-repate, segurando-a firme.

O Grêmio venceu pela insistência e por ter respeitado seu histórico de Imortal. Sem desistir, lançou bolas na área rubro-negra até o fim, quando acabou premiado com o belíssimo gol do centroavante argentino, assim como havia acontecido no Maracanã, contra o Flamengo, no último sábado.

Jogando cada vez mais à imagem e semelhança de seu treinador, o Grêmio tem ido, de pouco em pouco, somando seus pontinhos e parece ter crescido na hora certa na competição. Agora até já ocupa o G4, uma vez que seu rival Inter, e o Fluminense, tropeçaram na rodada, encaçapou sua quarta vitória seguida e não perde desde a 16ª rodada.

Como diz o ditado: não está morto quem peleja! E o Grêmio tem demonstrado isso na prática.

Foto: Getty Images



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...