Moreno e Goulart podem igualar feito de Tostão no Cruzeiro; entenda

Depois de 43 anos o Cruzeiro pode ter o artilheiro do Campeonato Brasileiro. Com dois de seus jogadores ocupando as posições de maiores goleadores dessa edição, a Raposa mineira tem tudo para quebrar um dos poucos tabus que ainda rondam o time.

LEIA MAIS
Polêmicas de arbitragem marcaram o primeiro turno do Brasileirão

Brasileirão tem a pior média de gols de um 1º turno desde 2003
Veja dicas do Cartola FC para a rodada do Campeonato Brasileiro

A última vez em que um jogador da celeste havia conseguido ser artilheiro de um Brasileirão, foi em 1970 quando a competição era chamada de Torneio Roberto Gomes Pedrosa. Na ocasião, o goleador foi Tostão, ídolo da torcida que terminou a disputa com 12 gols marcados.

Naquela época jogavam-se bem menos partidas do que atualmente. Então na média de gols, Tostão superará com facilidade os concorrentes pela alcunha de artilheiro em uma só edição do campeonato, Marcelo Moreno e Ricardo Goulart.

Porém, na quantidade, a dupla do Cruzeiro está bem próxima de empatar com o Mineirinho de Ouro, uma vez que o boliviano já fez 10 gols até aqui e Goulart, nove. Para ultrapassá-lo, bastam apenas mais algumas rodadas, se for julgar pela intensidade e alto volume de jogo apresentado pelo virtual campeão brasileiro.

O Cruzeiro tem o melhor ataque do campeonato, com 41 gols marcados, 10 a mais que os segundos colocados nesse quesito (São Paulo e Fluminense) e praticamente um gol para cada ponto conquistado pelo time até agora (43).

Outro dado que pode confirmar ainda mais o favoritismo dos cruzeirenses em conseguir terminar como artilheiros do Brasileirão, é a quantidade de gols feitos por eles na atual temporada. Marcelo Moreno já balançou as redes 17 vezes, enquanto que Goulart correu pro abraço em 14 ocasiões, juntando Campeonato Mineiro, Libertadores, Copa do Brasil e, claro, o Campeonato Brasileiro.

Na história, porém, são outros 500. Tostão fez 249 gols pelo Cruzeiro, ao longo dos oito anos em que defendeu a equipe e, com isso, é o maio goleador da equipe em todos os tempos. Também possui a maior média de gols marcados no Mineirão e conseguiu a proeza de ser chamado de Rei Branco, em uma alusão à Pelé, que é o Rei do Futebol, porém, é negro.

Para Moreno e Goulart falta muito para tanto. Porém, pouco para um tantinho a menos, mas que representa muito.

Foto: Getty Images



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...