Shell cria campo iluminado pela energia dos jogadores

Estamos vivendo em uma época em que a energia esta ficando cada vez mais escassa. A população da Terra vem crescendo de forma muito rápida, espera-se que na metade deste século a demanda por energia cresça algo em torno de 75%, no entanto, as atuais fontes de energia que possuímos, não conseguiram sustentar este aumento de demanda.

Leia mais:
Opinião: Pelé parece que não quer ajudar acabar com o racismo
Saiba quem são os ‘Pelés’ de cada esporte
Você sabia que Romário tem mais gols oficiais que Pelé?

Baseado nesta premissa, a Shell lançou sua mais nova campanha, intitulada “Make the Future” (Na tradução livre “Construa o Futuro”), onde incentiva jovens a criarem novas formas de energia sustentável.

Para dar o exemplo, a Shell em parceria com o Rei do Futebol, Pelé, teve que mostrar como tecnologia e a paixão por esportes juntos,  podem construir coisas incríveis.

No Rio de Janeiro, mais precisamente na comunidade Morro da Mineira, a empresa de combustíveis construiu um campo de futebol diferenciado. Placas subterrâneas foram instaladas embaixo do gramado com a intenção de capturar energia cinética gerada pelo movimento dos jogadores em conjunto com placas de energia solar que foram colocadas nas laterais do campo.

Toda a energia produzida pelos usuários do local e pela luz solar captada pelas placas, será utilizada para manter refletores acesos durante a noite, permitindo que o campo também seja usado após o escurecer sem que haja necessidade de consumo de energia elétrica adicional.

Seria a energia cinética uma das saídas para a redução de custos com eletricidade nas arenas esportivas?

Confira o vídeo da campanha na íntegra:



"Profissional de Marketing Esportivo" - MBA em Marketing Esportivo - ESPM - Bacharel em Administração de Empresas - PUC-SP - Amante de esportes e de marketing