Mais um péssimo resultado do burocrático Corinthians

Corinthians

Impressionante! Estamos chegando ao final de temporada e o badalado Corinthians ainda não conseguiu engrenar no Campeonato Brasileiro. Apesar de estar bem colocado na tabela (4o), o Timão, dono de um futebol paupérrimo, tem tropeçado seguidamente diante de adversários pequenos e não para de acumular empates (10 em 22 jogos), sendo o recordista.

LEIA MAIS
Emerson Sheik? Hulk? Veja os verdadeiros nomes dos jogadores
#ForaMano: Torcedores do Corinthians pedem saída de Mano no Twitter

Na noite dessa quinta-feira, o alvinegro teve a sua pior exibição na Arena Corinthians e não saiu do empate em 1 a 1 contra a Chapecoense, que luta contra o rebaixamento. O mandante parou na forte marcação adversária e criou poucas chances de gol. No início, a impressão era que o Timão não teria dificuldades para somar mais três pontos na tabela. Fez um golaço logo aos 9 minutos com o jovem Malcom, um dos poucos que se salvaram da péssima atuação. E foi só. É bem verdade que a Chapecoense não ameaçou em nenhum momento o goleiro Cássio nos 45 minutos iniciais. Deu sono!

Na etapa final, os visitantes tiveram postura agressiva e dominaram as ações ofensivas. Chegaram merecidamente ao empate em gol contra de Ferrugem. O Corinthians não se acertava em campo, abusava dos chutões e, pasmem, caiu ainda mais de rendimento a partir das entradas de Romero e Lodeiro, respectivamente, nas vagas de Luciano e Jadson. Ambos entraram mal, errando muitos passes para desespero dos mais de 25 mil corintianos presentes.

A Chapecoense esteve muito perto de sair da Arena com um resultado histórico. Fabinho Alves, quase dentro da pequena área, finalizou em direção ao gol e Fábio Santos salvou praticamente em cima da linha. É verdade que pouco tempo depois, em lance parecido, Wanderson evitou gol de Guerrero. O empate em 1 a 1 acabou sendo justo para um jogo fraco tecnicamente. O Timão segue devendo melhor futebol para o seu torcedor.

Elias, a maior contratação da temporada, não é nem sombra daquele jogador que encantou entre 2008 e 2010. Parece estar longe da forma física ideal. Além disso tem jogado mais recuado, perdendo a sua principal qualidade, a chegada como elemento surpresa ao ataque.

O Corinthians só se manteve no G-4 ao final da 22ª rodada devido a incompetência do Fluminense, que foi derrotado de virada pelo lanterna Vitória. Outros concorrentes como Grêmio e Atlético-MG também têm tido altos e baixos e não conseguem alcançar o Timão. Se o time paulista não abrir os olhos, vai ficar longe do pelotão de elite na sequência do campeonato.

A possível não classificação à Copa Libertadores seria um desastre para um clube que investiu muito em reforços.O grande responsável pelo fato de o Corinthians não apresentar um futebol condizente à qualidade de seu elenco atende pelo nome de Mano Menezes. O repertório de jogadas do time é muito pobre. Só se vêem chutões e jogadas aéreas. Mano fala muito e faz pouco. A relação Corinthians e treinador deve ser repensada para 2015 mesmo que o clube atinja o objetivo em se classificar para a Copa Libertadores. É bem provável que ele não fique, abrindo espaço para o retorno do consagrado Tite.

Foto: Getty Images



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)