Jogador da NFL se aposenta para doar rim para irmão mais novo

Conseguir se tornar um jogador profissional de futebol americano não é tarefa fácil. Todos os anos, milhares de atletas universitários se formam e brigam por pouquíssimas vagas na NFL. Ma’ake Kemoeatu foi um dos sortudos. Por dez temporadas, jogou pelo Baltimore Ravens.

No entanto, no ano passado, ele desistiu da carreira para ficar ao lado do irmão, Chris, também jogador da NFL. Mais do que isso, Ma’ake doou um rim ao irmão.

Quando ainda estava no colégio, Chris começou a sentir dores renais. Mesmo assim, jogou futebol americano pela Universidade de Utah e disputou sete temporadas pelo Pittsburgh Steelers. Mas, em 2011, a dor piorou e o atleta precisou deixar os campos.

Após exames, descobriu que tinha uma doença rara e grave nos rins e que precisava fazer um transplante. Imediatamente, seu irmão mais velho, Ma’ake, decidiu também abandonar a carreira para ser o doador, já que tinha 99% de compatibilidade.

Na última quarta-feira (17), Ma’ake contou toda a história em uma coletiva de imprensa concedida no hospital da Universidade de Maryland. “Vi ele sofrer nos últimos três anos de sua carreira por causa dos rins. Quando descobri que ele precisava de um transplante, parei minha carreira pois sua saúde era o mais importante de tudo”, afirmou.

Antes do transplante, os dois irmãos precisaram emagrecer. No entanto, durante o processo de perda de peso, Chris descobriu que tinha um problema no coração e que precisava passar por uma delicada cirurgia cardíaca. Ele operou em junho e passou pelo transplante no fim do mês passado.

Segundo os médicos, a cirurgia de transplante foi um sucesso e os dois ex-atletas recuperam bem. Assim que terminarem todo o processo de recuperação, os dois irmãos pretendem voltar para o Havaí, terra natal da família.

Crédito da foto: Ezra Shaw/Getty Images



Jornalista, formado na Metodista, com passagens pelo UOL, R7, Meia Hora e Diário do Grande ABC.