Ex-goleiro Doni largou o futebol e virou empresário de dinossauros; entenda

O ex-goleiro Doni, com passagens por Corinthians, Santos, Roma e Seleção Brasileira, deixou o futebol no ano passado por causa de problemas cardíacos. Após largar a vida futebolística o ex-jogador virou empresário, mas de dinossauros.

LEIA MAIS
Veja ex-jogadores que deixaram o futebol e mudaram de esporte

Doni passou seis anos jogando na Roma e lá ele ele conheceu um dono de parques de diversão que o ensinou como trabalhar no ramo do entretenimento. Ano passado ele trouxe da Itália, alguns dinossauros robotizados em tamanho real para uma exposição em um Shopping.

No dia 9 deste mês, estreou uma nova exposição dos répteis chamada “Mundo dos Dinossauros”, no Jardim Zoológico de São Paulo com a mediação de Doni. Como diretor da D32 Eventos, o goleiro explicou o porquê do investimento neste tipo de entretenimento.

“O exterior tem muitas opções de passeios para as crianças. E aqui no Brasil eu não via isso. Esperamos proporcionar uma experiência realmente nova”, disse Doni.

Quando jogava no Liverpool em 2012, o ex-arqueiro foi fazer os exames médicos que os clubes fazem no começo de temporada, e bem na hora da bateria Doni teve uma parada cardíaca e chegou a ficar 25 segundos em óbito. Depois disso ele não continuou nos Reds.

Ano passado ainda tentou voltar no Botafogo de Ribeirão Preto, clube em que foi revelado. Foi apresentado e ele tinha a esperança de fazer pelo menos um jogo pela equipe no qual Doni tem um carinho, mas os exames que fez na Itália mostraram que seria melhor ele parar de vez com o futebol.

Doni disputou 101 partidas pelo Corinthians e conquistou três títulos (Torneio Rio-São Paulo, Copa do Brasil e Paulistão), na Roma entrou em campo em 148 oportunidades e também conquistou três taças (2 Copa da Itália e a Supercopa da Itália), no Liverpool jogou apenas quatro partidas e ganhou uma Copa da Liga inglesa e na Seleção Brasileira ganhou a Copa América de 2007, além de ter ido a Copa do Mundo de 2010.

Foto: Getty Images



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.