Rodada do Brasileiro deu uma ducha de água fria no São Paulo

São Paulo

Chegou ao fim a sequência de nove jogos de invencibilidade do São Paulo no Campeonato Brasileiro. O Tricolor não resistiu ao Coritiba (3 a 1) e terminará a 22a rodada do Campeonato Brasileiro sete pontos atrás do líder Cruzeiro, que fez o dever de casa, vencendo o Atlético-PR (2 a 0), no Mineirão. A caminhada para o heptacampeonato ficou mais complicada.

LEIA TAMBÉM
Convocação de Dunga beneficia o São Paulo na briga pelo título
Organizada do São Paulo prepara grito homofóbico contra o Corinthians

Sem Kaká, suspenso pelo terceiro amarelo, o São Paulo se tornou um time comum, lento e sem pegada. O goleiro Rogério Ceni também foi desfalque por conta de uma tendinite no joelho esquerdo.

Sem emoções, o primeiro tempo se arrastava para um chocho empate sem gols até que aos 46 minutos, Michel Bastos, substituto de Kaká, recebeu assistência de Alexandre Pato e com um bom chute de dentro da área venceu o goleiro Vanderlei.

Na etapa final, o Coritiba veio para cima em busca do empate e da virada. Conseguiu o primeiro objetivo aos 14 minutos com Hélder pegando sobra e emendando um bom chute de fora da área, após vacilos de Rafael Tolói e sobretudo de Álvaro Pereira. O São Paulo ficou atordoado em campo e levou a virada três minutos depois. Elber cruzou e o camaronês Joel só completou para as redes. Dênis fez defesa espetacular em cabeçada à queima roupa de Alex, mas não conseguiu evitar mais um gol de Joel aos 40 minutos.

O Coxa deitou e rolou, e no final até merecia um placar mais elástico…

Mais pitacos
Ficou provado que o São Paulo é muito dependente de Kaká. Sem ele, vira um time comum. A vitória do aplicado Coxa acabou sendo justa. Depois de 18 rodadas, o time conseguiu deixar a zona do rebaixamento.No próximo domingo, o São Paulo terá pela frente o arquirrival Corinthians, na Arena Corinthians com o retorno de Kaká e a ausência de Alexandre Pato, impedido de enfrentar o ex-clube. A expectativa é de um grande clássico.

Foto: Getty Images



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)