Confira as frases do futebol na semana

frases

A última semana deu o que falar. Jogadores e técnicos deram show dentro e fora de campo durantes suas entrevistas nos pré e pós jogos da semana. Além deles, o rei Pelé também ganhou destaque na mídia ao falar sobre o caso de racismo vivido pelo goleiro Aranha. Foram reclamações, comemorações, comentários e revelações que marcaram a semana do mundo do futebol.

Leia mais:
Veja os brasileiros que se deram bem no fim de semana europeu
EA Sports monta lista dos 50 melhores no Fifa 2015
Veja os gols da 21ª rodada do Brasileirão
Ronaldinho é chamado de macaco por político mexicano

O Torcedores.com selecionou as melhores frases para você relembrar; Confira:

O técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo comemorou a vitória sobre o Corinthians, após duas derrotas seguidas no Campeonato “Voltamos a trabalhar nas nossas características: botamos o rabo no chão.”

Atacante do Palmeiras, Diogo não se conformou com a arbitragem do jogo contra o Fluminense, que gerou muita polêmica e reclamações por parte dos palmeirenses:“Sei que não estamos na fase e na condição de pedir nada ao torcedor porque o Palmeiras merece mais.”

“Acho que ainda não se viu o São Paulo jogar assim contra times grandes. Vamos ver contra nós, se eles fazem esse jogo vistoso como você falou.” O jogador Paolo Guerrero, do Corinthians demostrou irritação ao ser bombardeado com perguntas sobre o São Paulo e desafiou o rival para o clássico do próximo domingo.

Guerrero ainda ganhou destaque ao comentar sobre o erro de arbitragem no jogo contra o Flamengo, no Maracanã, onde o zagueiro Wallece marcou um gols completamente em posição irregular: “Em todos os jogos, os juízes vêm complicando a gente. Acho que tem de fazer alguma coisa. A diretoria tem de fazer algo. Não podemos aceitar.”

Outro corintiano que deu o que falar foi o meia Elias, que comentou sobre a emoção de reencontrar a torcida do Flamengo em pleno Maracanã: “Vai ser especial para mim. Eles me acolheram de tal forma que chega até a arrepiar quando começo a falar.

Após derrota para o São Paulo, o goleiro Fábio comentou sobre ser o goleiro que mais vezes sofreu gol do Rogério Ceni: “Todas as vezes que eu vou jogar com o Rogério vem essa historinha. Se eu tivesse tomado oito ou dez gols do Rogério, mas o Cruzeiro tivesse vencido, isso que seria importante.” Neste domingo, Ceni marcou seu sétimo contra o cruzeirense.

O zagueiro Dedé, também do Cruzeiro, se mostrou um dos raros jogadores sinceros do futebol. Contra o Tricolor, o jogador assumiu que poderia ter sido expulso: “Ele teve a opção de não me expulsar e foi bom para mim. Se me expulsasse ali não seria mau.”

Técnico do Barcelona, Luis Enrique comemorou a vitória do clube culé e demonstrou empolgação com a categoria do argentino Lionel Messi: “Eu vejo o Messi treinar todos os dias e ele faz coisas que você não vê no Tsubasa ou no videogame.” Contente com o desemprenho do elenco, o treinador ainda elogiou as opções do time: “Eu tenho muitas opções, é como escolher tomates.”

Ricardo Carvalho, experiente zagueiro português, comentou sobre o zagueiro luso-brasileiro Pepe e sua participação na seleção de Portugal: “Sobre esse assunto, no geral, eu acho que cinco anos é pouco tempo para poder representar um país.”

José Mourinho, treinador do Chelsea da Inglaterra, fez questão de comentar e valorizar a atuação do jovem brasileiro Anderson Talisca, após atuação brilhante no Campeonato Português: “O Benfica contratou muito bem. Dizem que Talisca é desconhecido, mas é tão desconhecido que só não está na Inglaterra porque não conseguiria a licença de trabalho.”

“Se eu fosse parar o jogo toda vez que me chamassem de macaco ou criolo, todo jogo teria que parar.”Comentou o rei do futebol mundial, Pelé, ao ser perguntado sobre o ato de racismo contra o goleiro Aranha.

Tite, ex-treinador do Corinthias, abriu as portas para seu retorno ao clube, mas no futuro: “Se no futuro houver a possibilidade de conversar com a diretoria, eu terei o maior prazer em retornar ao Corinthians.”