Campeão da Eurocopa de 2008 jogou a Libertadores de 2014

O espanhol Daniel Guiza atualmente está jogando no Cerro Porteño do Paraguai e disputou a Copa Libertadores deste ano pelo clube. Mas ele já foi campeão da Eurocopa de 2008 com a Espanha e de lá para cá passou por muitos clubes.

LEIA MAIS
Conheça todos os estádios da Eurocopa 2016

Carreira pelos clubes

Guiza foi revelado pelo Xerez, modesto clube espanhol, em 1998 e no ano seguinte foi para o Mallorca. Foi para equipe para atuar no time B, mas no decorrer do Campeonato Espanhol ele foi integrado e jogou apenas uma partida, como titular, e só. Na temporada 2001/02, Guiza disputou apenas seis partidas pelo Mallorca e marcou um gol, mas suas vidas foras dos gramados o prejudicou e a equipe decidiu emprestá-lo para o Recreativo Huelva.

Também não teve sucesso no time em que foi emprestado. Ele jogou quatro jogos pelo Huelva sem marcar em nenhuma oportunidade. Em 02/03 Guiza então foi contratado pelo Barcelona para jogar na equipe B. Lá, em comparação as outras equipes, ele já foi um pouco melhor quando atuou em 15 partidas, anotando 5 gols.

Na mesma temporada o Real Murcia, clube que estava na segunda divisão espanhola, decidiu contratar o meia. Foi o primeiro clube que Guiza passou mais tempo. Ficou no time durante dois anos e depois de anotar 38 gols em 81 partidas, ele voltou a divisão de elite quando foi para o Getafe.

Talvez sua passagem pelo Murcia tenha feito com que Guiza valorizasse um pouco mais o futebol. No Getafe em sua primeira temporada disputou 32 jogos e fez nove gols, ajudando a equipe vizinha de Madrid a ficar na primeira divisão. Seu segundo ano já foi melhor, ele anotou 11 gols no Campeonato Espanhol e mais dois na Copa do Rey fazendo com que o Getafe conseguisse algo inédito, chegasse a final da competição.

Após ver que Daniel Guiza tinha mudado seu comportamento, o Mallorca recontratou o jogador na temporada 2007/08 e foi pelo clube que ele foi para a Eurocopa de 2008. E não era para menos, em 37 partidas do Espanhol, Guiza fez 27 gols se tornando, no final, o artilheiro da competição. Sua segunda passagem pelo clube durou apenas um ano, já que ele aceitou uma proposta do Fenerbahce.

Pela transferência, o Mallorca recebeu 14 milhões de euros. No Fenerbahce ele reencontrou Luis Aragonés, que havia sido seu técnico no Mallorca e também na Espanha. Durante três temporadas no clube turco, Guiza fez um total de 62 partidas marcando 23 gols. Voltou para o Getafe na temporada 2011/12, ficou dois anos na equipe até ir por empréstimo para o clube da Malásia, Johor Football Club.

Não teve sucesso por lá e decidiu vir para a América do Sul para jogar no Cerro Porteño em 2013. Neste ano Guiza anotou três gols na Libertadores (dois a menos que o artilheiro) e levou o time até às oitavas de final do torneio, quando na oportunidade os Azulgrenás perderam para o Cruzeiro.

Seleção Espanhola

Teve sua primeira oportunidade na seleção da Espanha em 2007, e disputou a Eurocopa do ano seguinte depois de uma ótima temporada pelo Mallorca. Foi campeão da competição e ainda disputou a Copa das Confederações de 2009 quando a Espanha perdeu a semifinal para os Estados Unidos por 2 a 0. Em ambas oportunidades, Guiza ficou no banco de reservas.

Foto: Getty Images



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.