Brasil atropela a China e mantém invencibilidade no Mundial de Vôlei

O Brasil venceu a China por 3 sets a 0 nesta quinta-feira (11) em Katowice, na Polônia, e se manteve invicto no Mundial de Vôlei. A seleção masculina comandada por Bernardinho conquistou a vitória com parciais de 25-14, 25-23 e 25-18, sem grandes dificuldades diante dos chineses. Com isso, manteve a liderança do Grupo F, agora com 15 pontos. O jogo marcou ainda a 100ª vitória brasileira na história da competição.

LEIA MAIS
Relembre 5 grandes momentos do Mundial masculino de vôlei
Relembre os três títulos mundiais de vôlei do Brasil
Brasil luta para ser o primeiro tetracampeão mundial consecutivo de vôlei

A seleção brasileira já havia vencido a Bulgária na estreia da segunda fase, no dia anterior, por 3 sets a 0. No Mundial de Vôlei, os times que se enfrentaram na primeira fase e caíram no mesmo grupo agora não voltam a se enfrentar. Por isso, eles levam os pontos conquistados nesses jogos. É por essa razão que o Brasil chegou com nove pontos a esta etapa.

O primeiro set começou com a China na frente, mas logo o Brasil tomou a dianteira para não perder mais. A passagem de Lucão pelo saque ajudou a seleção brasileira a abrir boa vantagem, que acabou sendo administrada pelo time de Bernardinho até o fim da parcial. Destaque também para Lipe e Lucarelli nesse fundamento. O Brasil fechou em 25 a 14.

Na segunda parcial, o jogo ficou mais equilibrado e a China deu mais trabalho aos atuais tricampeões do mundo. Com a liderança no placar sendo disputada ponto a ponto, Bernardinho fez uma parada e conseguiu ajustar o time. O Brasil venceu por 25 a 23.

No último set, voltou a prevalecer a superioridade brasileira desde o começo. O segundo tempo técnico registrava uma vantagem de oito pontos a favor do Brasil com 16 a 8. Os chineses até tentaram uma reação, mas não conseguiram se aproximar o suficiente para impedir a vitória do Brasil por 25 a 18.

A seleção brasileira volta à quadra no próximo sábado (13) contra o Canadá, às 11h40 (horário de Brasília). A participação na segunda fase termina no domingo (14), contra a Rússia, no mesmo horário, em duelo que provavelmente valerá a liderança do grupo.

Foto: Divulgação/FIVB



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016. Também colabora com o ONDDA, site "irmão" do Torcedores.com.