Baú da TV: Relembre como era o futebol na TV Manchete

A extinta TV Manchete marcou época e a vida de muitas pessoas nos anos 1980 e 1990. A emissora, que chegou a rivalizar com a poderosa Rede Globo no Ibope durante alguns momentos com suas novelas, também deixou uma marca na história por suas transmissões de futebol. Nomes como Osmar Santos, Paulo Stein e Osmar de Oliveira passaram pela Manchete nas narrações dos principais acontecimentos do esporte naquela época.

LEIA MAIS
Baú da TV: Relembre como era o futebol no SBT
Veja como eram os narradores no início de suas carreiras
Relembre narrações de Milton Leite que viraram febre na internet
Veja 10 nomes da narração brasileira durante a Copa do Mundo

A TV Manchete surgiu em 1983, dois anos depois que o governo militar entregou ao empresário Adolpho Bloch a concessão da antiga TV Excelsior. Aquela espécie de licitação contou ainda com a entrega da TV Tupi para Silvio Santos, o nascimento do SBT.

Apostando desde cedo no jornalismo e na cobertura esportiva, a Manchete e seus profissionais estiveram em três Copas do Mundo, diversas finais estaduais e nacionais, entre outros acontecimentos. A emissora também apostou na Copa do Brasil nos primeiros anos da competição, quando ela ainda não atraía o interesse de empresas como a Globo.

Na tela da Manchete, o brasileiro também teve a oportunidade de acompanhar alguns jogos do Campeonato Japonês, que fez muito sucesso quando chegou ao país através da TV Cultura e acabou sendo transmitido pela emissora carioca.

O torcedor botafoguense também pode se lembrar da conquista do Carioca de 1989, quebrando um jejum de 21 anos sem títulos. A partida que fez do Botafogo o campeão estadual daquele ano foi exibida pela Manchete.

Também na tela do canal, o Palmeiras acabou com a fila de 16 anos ao bater o Corinthians na final do Paulistão de 1993. Osmar Santos transmitiu aquele jogo.

A Manchete transmitiu logo a primeira Copa do Mundo após sua fundação. O Mundial do México, em 1986, teve Paulo Stein na narração dos principais jogos, com a presença de João Saldanha, jornalista e ex-técnico da seleção, como comentarista.

Quatro anos depois, na Itália, a Manchete repetiu a dobradinha. João Saldanha já estava muito doente, mas seguiu com a equipe do canal para cobrir in-loco a Copa do Mundo. Participou de toda a competição e acabou morrendo quatro dias depois da final, ainda em Roma. Os jogos do Brasil foram narrados por Osmar de Oliveira e Osmar Santos.

A única Copa do Mundo não transmitida pela Manchete foi a de 1994, nos Estados Unidos. O canal havia passado por uma forte crise que chegou a tirar o comando da empresa das mãos de Bloch. Essa administração, segundo comunicado divulgado pela Manchete posteriormente, não pagou as parcelas referentes aos direitos de transmissão do evento, deixando a emissora fora do Mundial.

E se o comunicado prometia o retorno da Manchete quatro anos depois, isso de fato aconteceu. A última Copa transmitida pelo canal foi a de 1998, com a equipe liderada pelo narrador Paulo Stein.

Em 1999, depois de 16 anos no ar, a situação financeira ficou insustentável. Bloch havia morrido em 1995. Várias greves chegaram até a tirar a emissora do ar porque os funcionários não recebiam seus salários. A falência definitiva aconteceu no dia 10 de maio daquele ano. Entrava no lugar a TV!, embrião da RedeTV!, cuja programa e nome só foram ao ar oficialmente em novembro.

A RedeTV! assumiu a vocação esportiva transmitindo nos últimos 15 anos competições como a Liga dos Campeões da Europa, a NBA, a Série B do Brasileirão, Série A2 de Paulistão, Copa São Paulo de Juniores, campeonatos nacionais europeus, UFC, Fórmula Mundial, entre outros. Mas os tempos da Manchete ficaram definitivamente para trás.



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016. Também colabora com o ONDDA, site "irmão" do Torcedores.com.