Opinião: Superação dá o tom do trabalho de Levir no Atlético-MG

Levir

O elenco atleticano vem se superando, para ficar entre os oito primeiros colocados do campeonato. Levir Culpi tem passado por apuros, para montar e preparar a equipe para seus jogos.

LEIA MAIS
Como estão os atacantes da primeira era Dunga na seleção? Confira
Inter está há 638 minutos sem ver seus atacantes marcarem

Desde que o campeonato começou, o treinador não repetiu o time uma vez sequer. As seguidas suspensões, contusões e as convocações para as seleções, principal e de base, tem tirado peças importantes como Diego Tardelli, Marcos Rocha, e Réver dos jogos no Brasileiro 2014.

O desempenho da mescla de jogadores considerados titulares e reservas, mostra claramente o dedo do treinador alvinegro, que consegue estimular o elenco, fazendo-os render razoavelmente, conquistando triunfos interessantes, como o do último domingo sobre o Botafogo.

Base

Outro ponto positivo dessa situação adversa é o surgimento de novos talentos. Casos do atacante Carlos, do volante Eduardo, do zagueiro Jemerson e do meia Dodô. Jogadores promovidos da base, que vem aparecendo bem quando a oportunidade surge.

Culpi tem operado milagres na montagem do time e os atletas parecem ter entendido sua filosofia. O clássico caso de quem tem feito várias limonadas, com os limões que o cotidiano oferece.

Foto: Getty Images