Atlético-MG pega o Corinthians no Brasileiro com a cabeça na Copa do Brasil

Jô

Cheio de remendos, mas com a habitual raça do Galo, o Atlético-MG enfrenta hoje, na Arena Itaquera, o Corinthians, em busca do tão famigerado G4. Com 30 pontos somados até então, caso vença o alvinegro paulista, o time iguala-se ao rival em número de pontos, mas terá uma vitória a mais.

LEIA MAIS
Brasileirão tem a pior média de gols de um 1º turno desde 2003
Veja as chances do seu time no Brasileirão
Estatísticas do 1º turno que te ajudam a entender melhor o Brasileirão
Relembre os gols mais bonitos do primeiro turno do Brasileirão

Com 11 desfalques, mais a incerteza sobre a possibilidade de atuação de Diego Tardelli, que acabou de voltar dos Estados Unidos, onde esteve com a seleção brasileira disputando amistosos, o Atlético-MG se apega a seqüência de bons resultados nas últimas rodadas para acreditar na vitória.

Com duas vitórias e um empate nas últimas três partidas e sem sofrer nenhum gol, os comandados de Levir Culpi podem se considerar, no mínimo, um osso duro de roer, pelo menos defensivamente falando. Inclusive, ao longo de todo o campeonato, o Atlético-MG levou apenas 19 gols e ostenta uma das dez melhores defesas do Brasileirão.

O retrospecto recente de duelos entre os clubes também pode ser outro aspecto favorável ao time do Atlético-MG. A última derrota do Galo para o Corinthians foi no primeiro turno do Brasileirão de 2012. Apesar de não terem acontecidos muitos confrontos de lá para cá, nesses quase dois anos sem perder para o Timão, o Atlético-MG foi campeão da Libertadores e da Recopa Sul-Americana, e se credenciou como um dos times mais temidos e respeitados do continente.

O jogo dessa noite tem também um outro atrativo: pode ser considerado uma prévia do mata-mata das quartas de final da Copa do Brasil, na qual os dois estarão frente a frente. O primeiro jogo entre eles pelo torneio será apenas em outubro, mas nunca é tarde para ambos se conhecerem melhor.

E analisando sob esse ponto de vista, é até bom para o Atlético-MG estar todo desfigurado: a tendência é estar em campo um time bem diferente daqui um mês. Quem disse que não é possível ver sorte no azar?



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...