Opinião: A NFL não soube lidar com o caso Ray Rice

Nos últimos dias, o noticiário da NFL foi contaminado pelo caso de violência de Ray Rice, ex-running back do Baltimore Ravens, que espancou sua ex-mulher. Porém, este escândalo não prejudicou somente o atleta.

LEIA MAIS
Melhores fotos da primeira semana da NFL
Veja as melhores fotos das cheerleaders na primeira semana da NFL

A NFL, liga de esporte mais rentável do mundo (US$ 9 bilhões, ou R$ 20,6 bi de faturamento por ano). também está sofrendo com essa história. O comissário da liga, Roger Goodell, antes intocável, ficou com a sua imagem muito manchada e agora pode perder o cargo em março, quando acaba a temporada 2014/2015.

Infelizmente, Goodell não soube administrar o caso e digo mais, ele foi pego mentindo sobre o assunto. Tudo isso porque segundo a agência de notícias americanas AP, o mandatário obteve o vídeo de Rice espancando a mulher no dia 9 de abril deste ano, à época, a NFL suspendeu o atleta por dois jogos, ou seja, a liga perdeu a chance de resolver o caso quando ele era apenas uma fumaça.

Antes o inabalável dirigente convive agora com uma série de críticas da imprensa, dos torcedores e dos jogadores sobre a sua postura no escândalo.

Pois é, leitores do Torcedores.com, eu diria que a NFL também tem seus dias de CBF.

Foto: Getty Images



Sou formado pela FMU e minha última passagem no mundo esportivo foi no site Universo dos SPorts. No começo da carreira trabalhei como apresentador no programa "Olé" da ALLTV. Agora assumo a responsabilidade de produzir matérias para o site "torcedores.com". Sou apaixonado por esportes e respiro futebol e NFL 24 horas por dia.