Veja uma seleção de jogadores que só enganam, mas têm empregões

Getty Images

Você nunca se perguntou se determinado jogador realmente merece jogar em um certo time? Pois é, mostraremos a seguir uma seleção de pernas de pau que tem verdadeiros empregões.

Seja por pura sorte, ou por talento de sobra dos empresários, alguns jogadores de nível técnico reconhecidamente limitados conseguem sempre um lugarzinho ao sol nos times mais importantes do Brasil e do mundo.

Duvida? Então mostraremos a seguir alguns exemplos de atletas que até já passaram por boas fases, mas atualmente vivem muito mais da glória conquistada em um curto período de tempo do que pela bola que realmente jogam.

FELIPE: O goleiro do rebaixamento do Corinthians em 2007 há muito tempo mais engana do que joga com a camisa do Flamengo. Felipe pula, salta, faz pose para a foto, mas, salvar o time da péssima jornada na temporada que é bom, nada. É o goleiro da seleção dos que só enganam.

BRUNO PERES: Criticado pelos torcedores do Santos até quando não joga, conseguiu a façanha de ser contratado pelo Torino, da Itália. Das duas, uma: ou os laterais italianos são todos mancos ou o empresário de Bruno Peres é muito talentoso.

BRUNO UVINI: Mais um mistério do mundo do futebol. Jogou mal sempre que requisitado no São Paulo, mas, mesmo assim, foi convocado para a seleção sub-20, vendido ao Napoli e, agora, é titular do Santos. Vai entender…

JUAN: O que dizer do lateral-esquerdo Juan, hoje no Vitória? O limitadíssimo lateral tem no currículo passagens por Flamengo, São Paulo, Santos, Arsenal e até seleção brasileira.

ANDRÉ SANTOS: O lateral-esquerdo até teve boa passagem pelo Corinthians, mas suas atuações por Grêmio e Flamengo, seu último clube, mostram que seu talento não é tão grande assim. Também fracassou na Europa, a exemplo de Juan.

SOUZA: Volante de qualidades limitadas, tem no currículo passagens por Palmeiras, Cruzeiro e, agora, Santos.

KEIRRISON: Brilhou com a camisa do Coritiba e teve boa passagem pelo Palmeiras. Depois disso, fracassou no Benfica, na Fiorentina e no Barcelona, mas, mesmo assim, conseguiu contratos com Santos, Cruzeiro e, agora, novamente Coritiba.

LEANDRO DAMIÃO: Os santistas que me perdoem, mas Leandro Damião não pode ficar fora desta seleção. Contratado por R$ 42 milhões, deu mais caneladas do que fez gols com a camisa 9 do Peixe. E dizem que o Milan tinha interesse em levá-lo para a Itália. Santo empresário…

OSCAR: Não há explicação para um jogador como Oscar vestir a camisa do Chelsea, da Inglaterra. Sem poder de criação algum, enterrou o meio-campo da seleção brasileira na Copa do Mundo, e caberia, no máximo, em um time da segunda divisão da Liga Inglesa.

Leia mais:
Quem sobe e quem desce com Dunga

 

 

 



Redação do Torcedores.com