Parreira rebate Dunga e defende “boné” de Neymar

Neymar
Getty Images

O técnico Dunga já começou a arrumar inimizades antes mesmo de sua primeira convocação. E mostrou que pode bater de frente até com Neymar.

O motivo da discórdia seria o boné que o jogador usa em entrevistas coletivas. Para Dunga, o excesso de marketing, incluindo o acessório em questão, teria atrapalhado a seleção brasileira na Copa do Mundo.

Questionado a respeito do assunto em entrevista ao jornal Extra, do Rio de Janeiro, Carlos Alberto Parreira, que foi à Copa como assistente do técnico Luiz Felipe Scolari, ironizou a bronca de Dunga.

“Se o Neymar tirasse o boné o Brasil teria vencido a Copa”?

DESTAQUE
Orlando City vai faturar alto com renda no Morumbi

Na entrevista concedida ao diário carioca, no entanto, Parreira deu a entender que a escolha de Dunga para substituir Felipão após o fiasco no Mundial foi acertada, mas evitou criticar o seu ex-companheiro de comissão técnica pela falta de treinos durante a Copa.

Parreira admitiu ainda que o estágio do futebol brasileiro está defasado em relação às principais potências do mundo, como a campeã Alemanha, e disse que a situação precisa mudar “em relação à formação de treinadores e à base”.

Prestes a se submeter a uma cirurgia de catarata que o afastará do futebol, o ex-coordenador negou estar chateado por deixar a seleção após duas derrotas marcantes em uma Copa que foi disputada em casa. Para Parreira, foi motivo de orgulho ter participado da comissão técnica no último Mundial.



Apaixonado por futebol e esportes em geral.