Opinião: Palmeiras vai fazer Gareca perder os cabelos

Palmeiras
Crédito da foto: Getty Images/Arquivo

O técnico argentino Ricardo Gareca não faz jus ao sobrenome. Pelo menos por enquanto. Se cumprir seu contrato com o Palmeiras até o fim, o clone do cantor Roberto Carlos tende mesmo a perder seus vastos cabelos.

Apesar de ter conseguido levar para o Palestra Itália todos os gringos que pediu assim que chegou e, agora, ter na defesa Fernando Tobio, Agustín Allione no meio e Pablo Mouche no ataque como referências, Gareca ainda não encaixou seu estilo na equipe.

Foram três jogos sob seu comando, com duas derrotas, ambas pelo Campeonato Brasileiro – para Santos e Cruzeiro – e uma vitória, válida pela Copa do Brasil, diante do Avaí.

O fraco desempenho no início do trabalho dá mostras de que os velhos problemas do Palmeiras poderão fazer a vultuosa cabeleira do treinador desaparecer gradativamente.

DESTAQUE
Mercado da Bola: Veja técnicos ameaçados no Brasileirão

O Palmeiras reforçou seu elenco para tentar a conquista de pelo menos um título de expressão no ano do seu centenário, mas ainda falta muita coisa para o time poder brigar de igual para igual com os melhores do país.

A começar pelo gol. A lesão de Fernando Prass deixou como titular Fábio Alemão, que é esforçado, mas longe de ter o talento dos últimos goleiros revelados pela escola do Verdão, como Marcos ou Diego Cavalieri.

O Palmeiras também tem problemas nas laterais e na criação das jogadas, que pode se agravar ainda mais se Valdívia deixar o clube para jogar nos Emirados Árabes, algo que, a princípio, não deve mais acontecer.

A esperança de Gareca manter sua bela cabeleira está nas mãos dos muitos hermanos que está levando para o grupo. Se eles derem certo no futebol brasileiro, o Verdão poderá triunfar. Se não derem, o novo nome do técnico, em breve, poderá ser Ricardo “Calvo”.

 



Redação do Torcedores.com