Nadal se machuca e está fora dos M1000 de Toronto e Cincinnati

nadal

A temporada norte-americana de piso rápido, que culmina com o último Grand Slam do ano – USOpen – começa com um desfalque e tanto.

Com uma contusão no punho direito, o número 2 do mundo Rafael Nadal não defenderá os pontos conquistados no ano passado com as vitórias nos Masters de Toronto e Cincinnati. Assim, a chance de voltar ao topo do ranking ainda este ano diminuem consideravelmente.

LEIA MAIS
Alemã registra saque mais rápido da história do tênis feminino

Para os fãs do jogo intenso, muito físico e altamente competitivo de Rafa Nadal, sem dúvida é uma grande perda. Porém, sobra muito talento em quadra para os aficcionados do tênis.

O grande Novak Djokovic é um deles. Primeiro do ranking, em sua melhor forma física, técnica e mental, Nole é aposta certa para a semi de Toronto e, dependendo do chaveamento, sua presença na final também é esperada.

Para muitos o melhor de todos os tempos, Roger Federer vem numa temporada excepcional, com grandes resultados e o melhor: jogando solto, sem dores. Roger e seu tênis clássico, cerebral e consistente, também deve chegar longe no torneio.

E, claro, sempre podemos esperar por alguma surpresa. Dimitrov, o baby Federer (apelido que ele, aliás, odeia) pode surpreender. Raonic está firme e com um saque devastador no piso duro.

Além desses, ainda tem Wawrinka e sua esquerda belíssima e afiada e Murray, muito consistente na quadra mas pouco na cabeça. Essas são minhas apostas, é esperar pra ver.

A temporada dos Masters americanos começa dia 4 de agosto em Toronto, no Canadá. Depois, vem Cincinnati e no final do mês, o último Grand Slam do ano, USOpen. Allez!



Publicitário, empresário e amante do tênis. Desde a adolescência acompanha os principais torneios do circuito, em especial Roger Federer, que admira pela postura dentro e fora das quadras. Começou a jogar depois dos 40, muito por culpa dos joelhos e seus ligamentos. Já tem alguns troféus na estante, mas o melhor de tudo é a competição e o amor pelo esporte.