Luiz Adriano tem tudo para ser um novo Diego Costa

O nome do atacante Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, agitou o noticiário esportivo no início desta semana. O ex-jogador do Internacional foi sondado para defender a seleção ucraniana. Ele se naturalizaria ucraniano e poderia jogar. Praticamente, um novo Diego Costa.

Para quem não se lembra: Diego Costa, hoje no Chelsea, se naturalizou espanhol pouco antes da Copa do Mundo. Fora do radar de Luiz Felipe Scolari e em alta com Vicente Del Bosque, treinador da Espanha, Diego “virou as costas” ao Brasil. Felipão afirmou que ele seria convocado para ser o reserva de Fred no Mundial. Mas o então jogador do Atlético de Madrid preferiu atuar pela Fúria, onde era valorizado e seria titular.

Tratava-se, por parte de Felipão, mais de prejudicar a seleção europeia do que efetivamente ajudar o Brasil. Atual campeã do mundo, a Espanha poderia ser adversária do Brasil logo nas oitavas de final – o que não chegou a acontecer.

O caso de Luiz Adriano tem algumas diferenças. A primeira é que Dunga, novo técnico do Brasil, deve contar com o jogador de 27 anos. A safra de atacantes da seleção será renovada e Luiz pode aproveitar.

Segundo que, ao menos oficialmente, ele quer jogar pelo Brasil. Vale lembrar que ele já atuou pelo time sub-20 em 2007, fato que lhe daria condições de jogar pela Ucrânia. Mas em entrevista ao site “globoesporte.com”, o camisa 9 do Shakhtar afirmou que quer o Brasil.

“A minha prioridade e maior sonho é voltar a defender a seleção brasileira (fez parte da seleção sub-20). Tenho um carinho muito grande pela Ucrânia, estou aqui há sete anos e meio e me sinto muito bem no país. Mas meu plano é a seleção brasileira”, disse.

Ele afirmou ao site que não dá entrevistas há seis meses. Acontece que, dias antes, o site “football.ua”, da Ucrânia publicou uma entrevista com o atacante em que ele contou que gostaria de ter o passaporte ucraniano e jogar pelo país, caso a situação política se estabilize. A existência da entrevista ao site do país europeu foi negada.

Luiz Adriano, antes mesmo da convocação de Dunga para os jogos contra Colômbia e Equador, em setembro, nos Estados Unidos, já se tornou o novo Diego Costa.

Aguardemos o desfecho da história.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.