Família Gracie vai voltar ao MMA

Conhecida como pioneira do jiu-jitsu e no vale-tudo (antigo nome das artes marciais mistas), a família Gracie voltará a ter representantes no MMA. A última vez que um membro da família participou de um evento de artes marciais mistas foi em julho do ano passado.

Nessa ocasião, Roger Gracie (foto), dez vezes campeão mundial de jiu-jitsu, foi derrotado por Tim Kennedy em sua estreia no UFC. Ele foi demitido da organização logo depois. Depois de um ano longe das lutas, Roger anunciou que vai voltar a lutar MMA.

“Estou em uma negociação praticamente fechada e nos próximos dias já devo anunciar meu retorno. Devo voltar a lutar esse ano ainda, acertamos tudo e em breve todos saberão em qual evento vou atuar. Estava aposentado do MMA e ainda não sabia se faria somente algumas lutas no jiu-jtsu. Mas agora recebi essa proposta, que foi muito boa, e reconsiderei minha aposentaria”, afirmou o faixa preta de jiu-jitsu ao site do jornal “Lance!”.

Outro Gracie que entrará em breve no MMA é Kron Gracie. Filho de Rickson, um dos membros mais famosos da família, Kron estreará nas artes marciais mistas em agosto, no Japão, pelo Real Fight Championship. Kron já foi campeão mundial de jiu-jitsu antes de chegar à faixa preta e foi o vencedor do ADCC do ano passado na divisão até 77 kg. Ele treina MMA com os irmãos Nick (próximo adversário de Anderson Silva no UFC) e Nate Diaz nos EUA.

A família Gracie foi uma das fundadoras do UFC. Royce Gracie foi o primeiro campeão da organização. No Pride, evento japonês, lutaram Rickson, Renzo, Royler, Ryan e Rodrigo Gracie, além de Royce. Ralek Gracie também participou de eventos como o K-1 e o Dream.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.